Como acertar o relógio biológico

A maioria das pessoas atualmente tem o relógio biológico longe do ideal. Algumas têm hábitos mais diurnos e outros mais noturnos. O que geralmente acontece é que os acontecimentos em relação à sociedade ou ao trabalho modificam ainda bem os horários de cada pessoa. Guardas noturnos e taxistas vivem de noite e dormem de manhã e acabam bagunçando o ritmo natural do organismo.

Publicidade

O ideal para o corpo é um sono em torno de 8h, quando se levanta naturalmente antes das 8h da manhã. Quase 70% da população acordam nesse horário após muito tempo de luta com o despertador. Enquanto alguns despertam ao primeiro toque, outros ativam a soneca várias vezes antes de despertar.

A surgida em 2006, a expressão jet lag se refere à sensação de desconforto causado por mudanças drásticas de fuso horário. O pesquisador Till Roenneberg, da Universidade de Munique, criador do termo, comandou um estudo com 65 mil europeus. Cerca de 69% deles tinham disfunção de horários ao acordar e dormir, ligada à causas sociais. Ajustar o relógio biológico previne doenças ligadas à falta de sono, como distúrbios cardíacos, depressão e até mesmo câncer.

Hora Certa

O melhor a se fazer para ajustar o relógio biológico é descobrir seu perfil – noturno ou diurno – para praticar as atividades no decorrer do dia do modo que mais se aproxime do horário ideal.

Publicidade

Geralmente pessoas com perfil noturno seguem os horários no início, enquanto as noturnas o fazem no fim. Veja abaixo a relação dos horários do corpo para cada atividade.

4h às 6h – O hormônio do sono, melatonina, atinge seu pico por volta desse horário, e faz o corpo se desligar.

6h30 às 8h – Derrames e infartos tem potencial para ocorrer nas primeiras horas do dia. Se barbear é uma boa nesse horário, pois há menos chances de sangramento.

8h às 10h – Um ótimo horário para usar o banheiro.

10h às 12h – Quando o cérebro está a todo vapor, e é ótimo para o aprendizado e memória.

12h às 14h – Um momento para soneca, depois do almoço é um bom descanso para o corpo.

14h às 16h – Geralmente os anestésicos tem bom efeito nesse horário. Uma consulta com o dentista pode ser muito produtiva nesse intervalo.

16h às 18h – Momento para se mexer e praticar esporte, pois os pulmões, a flexibilidade e os músculos ficam potentes.

18h30 às 20h – Com o fígado a toda força, com maior capacidade para suportar o álcool, é uma boa hora para o Happy Hour com os amigos.

20h às 22h – Pico para namoro e sexo antes de dormir. Entre 6h e 8h também é um bom horário.

22h às 24h – Algumas alergias podem incomodar a essa hora pois os hormônios combatentes estão com menos concentração no corpo.

Publicidade

Comente