Como atualizar GPS

Fundamental nas grandes cidades, o GPS está se tornando cada vez mais popular.

CPS é a sigla em inglês para sistema de posicionamento global. É o aparelho que indica rotas para chegar a um destino. A navegação é feita com um aparelho móvel (num automóvel, por exemplo) que se conecta a quatro satélites atualmente, e há dois em instalação. As informações são transmitidas em tempo real. O GPS foi criado em 1973, inicialmente para fins militares. Tornou-se viável comercialmente apenas em 1995, com a popularização da internet e da tecnologia celular digital.

Publicidade

Hoje, além de traçar a rota, o GPS pode informar caminhos menos congestionados e mesmo informar trajetos alternativos, passando por parques, por exemplo, ou para ampliar a segurança do usuário, que passa a fazer rotas diferentes a cada dia, desviando a atenção de assaltantes e sequestradores.

Mas é preciso manter o aparelho sempre atualizado. Em São Paulo, por exemplo, é criada uma nova rua a cada dois dias. E ela precisa entrar no mapa do GPS. Os fornecedores geralmente oferecem o upgrade gratuito em seus sites. Quase sempre é preciso abrir uma conta, também sem custo, o que é feito em poucos minutos e franqueia seu acesso aos fóruns de discussão e conhecer novidades do mercado.

Para atualizar o GPS, basta conectá-lo ao computador e fazer o login no site (o endereço está no manual de instruções). É recomendável fazer um backup dos dados antes de começar a atualização, que dura poucos minutos. Alguns não solicitam nenhuma interação com o usuário; todo o processo é feito entre o site e o GPS, mas em outros é preciso seguir um tutorial. Recomenda-se a atualização anual e, para São Paulo e Rio de Janeiro, as duas maiores metrópoles brasileiras, a cada seis meses.

Publicidade

Em alguns sites que entrei, o material estava em inglês.

O GPS também indica a posição de radares eletrônicos de velocidade. Mas como existem radares móveis e você é um cidadão ciente dos seus deveres e, portanto, não ultrapassa os limites de velocidade estabelecidos, esta função é inútil. Mas existem outras interessantes: o GPS pode ser configurado para indicar restaurantes, cinemas, teatros, bancos e igrejas, sem necessidade do endereço. Os sistemas mais sofisticados cobrem mais de 800 mil quilômetros de vias.

Em geral o GPS abrange a maioria das grandes cidades brasileiras. Se você pretende viajar, faça a atualização, para não correr o risco de ficar no caminho.

Publicidade

Comente