Como conhecer os riscos de um procedimento estético

Submeter-se a uma cirurgia estética não é assim tão simples. Esse é um procedimento que envolve riscos. Leia o texto abaixo.

Você já deve ter convivido com alguém que se submeteu a um procedimento estético. Ou então já pensou em se submeter a um. Infelizmente, também sabemos que há muitos casos de mulheres que sonhavam em ter um corpo escultural e que faleceram na mesa de cirurgia. Procedimentos estéticos envolvem muitos riscos. Quer saber quais são? Confira abaixo:

Publicidade

– Não escolha o primeiro médico da lista. Faça pesquisas, procure indicações e não se acanhe em perguntar quanto tempo ele possui de experiência. Se você puder entrar em contato com alguma paciente que já passou pela cirurgia, melhor ainda;

– É importante que você conheça o médico que vai lhe operar. Por incrível que pareça, há clínicas que possuem especialistas que tratam direto com a paciente, sem que essas conversem com o cirurgião antes da operação. Para que você se sinta tranquila, exija conhecer o médico. É importante que ele lhe transmita segurança e simpatia e você possa tirar suas próprias conclusões;

– Muito bem, você está decidida mesmo a se submeter a uma plástica. Que tal antes ler mais sobre o procedimento? Informações e vídeos na internet é o que não falta. Mesmo assim, a conversa diretamente com o médico é muito importante. Somente ele poderá lhe responder a todas suas dúvidas e lhe falar sobre todos os riscos;

Publicidade

– Sim, qualquer cirurgia envolve riscos, inclusive a estética. Caso o seu médico diga que não há perigo, troque de profissional. Você deve estar ciente do que irá fazer;

– Você já deve ter recebido na rua algum folder sobre promoções de cirurgias plásticas, pagas em prestações suaves e a perder de vista. Cuidado, o barato sai caro.

Não confie demais. Opte pela qualidade e por médicos conhecidos e de renome;

– Peça para que você possa ver o antes e depois das cirurgias estéticas do profissional escolhido. Lembre-se que mesmo que ele seja uma sumidade, você deve ser
realista com aquilo que seu corpo pode alcançar. Não acredite em um médico que lhe garanta que você ficará perfeita. Querer ficar com o corpo das modelos pode estar bem longe da sua realidade;

– Quando a dúvida ainda persiste, você tem duas alternativas. Ou desiste ou pede a opinião de alguém mais próximo. Seus medos podem ser bobos, como também serem bastante reais. Leve em conta seus probleminhas de saúde, riscos de anestesia e recuperação. Não vá para a mesa de cirurgia sem ter certeza do que você quer;

– Informe-se sobre o processo de recuperação detalhadamente. Conforme o tipo de procedimento, você terá movimentos limitados por algum tempo. Sem falar na dor. Pergunte quanto tempo você deverá ficar afastada do trabalho e se será preciso alguém lhe acompanhar nos primeiros dias;

– Depois de todas as informações colhidas, chegou a hora de você pensar bem no que pretende fazer. Caso sinta que ainda não é a hora, arquive por um tempo a cirurgia. Não se acanhe em consultar dois ou três médicos até se sentir confiante. O importante é que você esteja ciente de todos os riscos e não queira sair perfeita da mesa de cirurgia. Respeite os limites do seu corpo.

Publicidade

Comente