Como cuidar da sua coluna

Sofrer com dores na coluna é bem mais normal do que se pensa. Aprenda a cuidar dela direitinho.

Dos mais jovens aos mais velhos, ninguém está livre de sofrer com dores na coluna. Aliás, ela é praticamente uma campeã em reclamações. Os motivos são vários. Sobrepeso ou obesidade, má postura, salto alto e bolsas pesadas. E as consequências são dolorosas, pois uma coluna com problemas pode apresentar fisgadas de dor a hérnias de disco, podendo evoluir para um quadro mais grave. A coluna é dividida em quatro regiões que sustentam o corpo todo. Conheça um pouco mais sobre ela:

Publicidade

– Cervical: possui uma curvatura normal, que quando se acentua entre o pescoço e a cabeça causa a hiperlodose. Causa de muitas reclamações, o tratamento pode ser feito com reeducação postural;

– Torácica: cuidado com as bolsas pesadas. Se você a carregar sempre do mesmo lado, a coluna ficará torta (hipercifose) e os ombros desalinhados. Antes que comece a doer, invista em alongamentos e pilates;

– Lombar: a hérnia de disco é muito famosa pela dor que causa e pelos problemas que podem acarretar. Quando um dos discos sai do lugar e começa a pressionar as raízes nervosas a solução é procurar imediatamente um especialista. Em casos mais extremos somente a cirurgia pode melhorar;

Publicidade

– Sacrocóccix: é localizado no final da coluna e quando ele resolve doer, é insuportável. Está mais sujeito de sofrer com as dores quem fica muito tempo sentado em superfícies sem estofamento. Procure usar sempre uma almofada para se precaver desse problema.

Especialistas dão algumas dicas para se prevenir das dores ou pelo menos tentar atenuá-las. Veja quais são elas:

– Não leve peso demais na bolsa. No máximo você pode carregar 10% do seu peso corporal. Intercale os lados para aliviar sua coluna e não ficar com os ombros caídos;

– Muita tensão contrai os músculos e eles comprimem os discos vertebrais. O resultado é a dor. Relaxe e quando você se sentir estressada, faça exercícios de alongamento, preferencialmente com supervisão ou orientação;

– As pessoas que trabalham muitas horas sentadas devem observar para manter as nádegas apoiadas totalmente no assento e com a coluna reta e encostada no espaldar da cadeira. Nada de pés balançando. Eles devem estar apoiados no chão. Evite cruzar as pernas;

– Não puxe peso demais na musculação e peça orientação ao personal trainer para os treinos de força. Ginástica localizada e alongamento pode ser uma boa opção também.

Coluna é um assunto muito sério. Não dá para abusar, não é mesmo? Não espere a dor chegar para tomar uma providência.

Publicidade

Comente