Os profissionais que atuam com a voz podem apresentar alterações vocais, como os professores, telefonistas, oradores, etc. E não apenas eles, mas qualquer pessoa que fale além do normal, seja qual for o motivo. Nódulos vocais são alguns dos problemas que podem ocorrer. Siga as dicas e veja como cuidar melhor da sua voz:

Como cuidar da sua voz

- Ingira bastante água, mas em pequenos goles, enquanto estiver falando. A água deve estar em temperatura ambiente;
- A alimentação deve ser equilibrada e bem mastigada;
- Para hidratar a garganta, faça um gargarejo com água morna e uma pitadinha de sal;
- Diminua a tensão da região do pescoço e dos ombros bocejando e espreguiçando com vontade;
- Durante sua fala, fique atento aos ruídos do ar condicionado, ventilador ou qualquer outro aparelho. Não force sua voz para que ela saia mais alto. Se possível, use um microfone;
- Falar incessantemente causa fadiga muscular. Procure fazer pausas;
- Fale mantendo o corpo ereto, mas relaxado, principalmente a cabeça;
- Alguns problemas respiratórios podem fazer com que respiremos pela boca, provocando maior esforço para falar;
- Não fume e nem fique perto de fumantes. À medida que o tempo vai passando, a voz tende a engrossar e perder a força;
- A bebida pode também causar problemas na voz. O álcool em excesso dá uma sensação de relaxamento e sem perceber, um maior esforço vocal;
- Pigarrear não é muito aconselhável, pois ele não vai melhorar a secreção que se encontra nas cordas vocais;
- Se falar mais alto não faz bem para a voz, falar em um tom mais baixo possui o mesmo efeito. Se você estiver rouco, conversar como se estivesse cochichando também irá gerar algum esforço mesmo que você não se dê conta.

Percebendo qualquer sinal de alteração na sua fala, como rouquidão, soprosidade ou falta de voz por mais de duas semanas, procure um otorrino ou fonoaudiólogo para avaliação do seu caso.

Receba mais sobre "Como cuidar da sua voz" e outros artigos do Como Fazer Online no seu e-mail. É grátis!



Faça um Comentário