Como enfrentar os problemas de frente

Problemas sempre irão existir. O que muda é a disposição para enfrentá-los.

Quem diz que não tem problemas na vida está mentindo ou vive em outro mundo. A verdade é que eles sempre existirão. O jeito é encará-los de forma diferente, com mais disposição e energia. Deixar-se abater e ficar chorando pelos cantos não é a melhor saída. Chorar não é proibido, mas não se permita derramar lágrimas além do necessário. O negócio é sacudir a poeira. Viva a vida e descubra a força que existe dentro de você. Confira as dicas para enfrentar seus problemas de frente:

Publicidade

– Indecisões levam algumas pessoas a depender de outras e isso pode acarretar frustrações e sentimento de incapacidade. Se esse for seu caso, está mais do que na hora de tomar as rédeas. Opiniões e interferências de outros podem mudar o rumo da sua vida. Para pior. Veja bem sua situação. Se ela começar a ficar insustentável, é interessante você pensar na hipótese de procurar ajuda médica. Fazer terapia fará com que você abra sua mente e aos poucos seja capaz de tomar conta de si mesma;

– A pressão diária, principalmente no trabalho, é de pôr os nervos à flor da pele. Cada vez mais pessoas se vêem obrigadas a se afastarem das suas atividades laborais por conta do estresse. Antes que isso aconteça com você, comece a agir. A sugestão é a prática de esportes de competição, como corrida e natação, que obrigam a pessoa a superar desafios físicos e a criar mais resistência contra a dor e o cansaço;

– Não ouse imaginar que somente você tem problemas. É só olhar para o lado e você verá uma enormidade de pessoas vivendo situações muito pior que a sua. Portanto não fique se lamentando pelos cantos, com pena de si mesma. Faça melhor. Procure ajudar os outros que estão passando por momentos difíceis. Dê uma palavra amiga, um abraço ou apenas sua presença. Isso lhe fará um bem enorme para você e para a pessoa;

Publicidade

– Medite. Os problemas parecem piores quando começamos a pensar insistentemente neles, aumentando-os de intensidade. Não dê valor a eles. A meditação pode ser uma boa saída. Procure um lugar calmo, sem ruídos exteriores e acomode-se. Fique bem confortável e tente esvaziar a mente, não pensando absolutamente em nada. Mas não desanime. Às vezes pode demorar um tempo para você se acostumar a meditar. O importante é a prática;

– Quando vier um pensamento ruim direto para dentro da sua mente, substitua-o por outro mais alegre. É um exercício que você pode começar a praticar hoje mesmo. Se você está preocupada se irá sobrar grana no final do mês, troque por um pensamento leve, engraçado, otimista. Pensamentos pesados podem deixar você preocupada sem motivo. E se eles não aconteceram ainda, por que criar uma realidade que não existe? Xô, problemas!

– Mantenha o foco. Quando surgir algum problema, tente o máximo possível evitar que as emoções fiquem afloradas. Na medida do possível, aja com frieza e mantenha a razão. Gritar e espernear será bem pior e quem passará vergonha é você. Foque no problema e na sua possível solução.
A vida é assim mesmo. Mantenha a fé e siga em frente.

Publicidade

Comente