Como entrar no ramo das vendas diretas

Veja como faturar uma grana extra entrando no ramo das vendas diretas.

Que tal aumentar a renda pessoal entrando para o ramo das vendas diretas? O sistema se baseia na venda de produtos de bens de consumo sem precisar ter um ponto comercial para que isso seja feito. Quanto melhor e maior o relacionamento interpessoal que você tiver, as chances de sucesso aumentarão. Quem nunca comprou produtos da Avon? Esse é um belo exemplo de vendas diretas, em que a revendedora vai até você, anota o pedido, faz a encomenda e dias depois o produto chega. Cada vez mais pessoas, principalmente as mulheres, têm feito disso uma maneira de incrementar a renda familiar ou até mesmo fazer da venda direta a ocupação principal.

Publicidade

Se você pretende entrar no ramo, procure conhecer as regras da empresa escolhida. A maioria segue a mesma linha. A consultora não tem um patrão em cima para ficar cobrando ou metas para alcançar dentro de um período. É recomendado que as vendedoras sejam contribuintes do INSS, pois isso é obrigatório para quem é autônomo. No caso de quem tem a venda direta como fonte de renda única, o ideal é se registrar no MEI (Microeemprendedor Individual).

Você já deve estar curiosa a respeito do lucro. As consultoras ou revendedoras compram os produtos que foram encomendados com descontos que ficam entre 20% a 30%, que é a margem de lucro. Quando o negócio começa a ir de vento em popa, pode se formar uma equipe com mais consultoras e a comissão fica sobre a venda de todas. Em termos mais práticos, é possível tirar uns R$ 350 mensais quando a atividade é apenas para complementar a renda. Contudo, para aquelas pessoas que decidem fazer da venda direta sua única profissão, o lucro é muito maior. Há casos de quem consiga lucrar R$ 5 mil, mas para alcançar esse nível é preciso batalhar bastante.

Para se dar bem na profissão, são necessários alguns requisitos básicos. Confira quais são eles:

Publicidade

– Organização em primeiro lugar. Misturar pedidos e atrasar encomendas irão pôr seu negócio abaixo rapidinho. Seja atenta em tudo. Acompanhe o gosto da cliente, preste atenção de quanto em quanto tempo ela faz os pedidos. Ligue para saber se ela precisa de algum produto, mas nunca force uma situação em que a cliente se sinta obrigada a comprar naquele momento. Deixe o celular sempre ligado para pedidos que possam chegar a qualquer hora do dia;

– Invista em você participando dos cursos que a empresa venha a oferecer. À medida que o seu conhecimento sobre os produtos aumenta, mais informações a respeito deles você poderá passar para suas clientes. E certamente elas ficarão mais seguras de comprar com você;

– Não existe vendedora tímida. Portanto, comunicação é fundamental. Ouça o que suas clientes têm a dizer, seja atenciosa e prestativa. Faça delas suas amigas.
Converse com pessoas que trabalham nessa área e avalie suas possibilidades de se dar bem lidando com vendas.

Publicidade

Comente