Como escolher certo o traje do noivo

O noivo também precisa ficar atento na escolha do seu traje. Não é nada tão complicado como o da noiva, mas exige certa atenção. Para as os casamentos mais comuns, com cerimônia e depois a recepção à noite, a recomendação é trajar um terno escuro. Escolha entre o preto, cinza grafite ou azul-marinho. Veja as dicas para acertar em cheio:

Publicidade

– Boutounnière: é a flor usada na lapela, na aba esquerda do traje. Usam o noivo, o pai do noivo e da noiva e os padrinhos. É presa um pouco antes de a cerimônia iniciar e geralmente quem a confecciona é a mesma pessoa que montou o buquê da noiva;

– Camisa: deve ser sempre branca;

– Colete: se combinado com o terno escuro, use um colete da mesma cor ou tecido da calça e do casaco;

Publicidade

– Fraque: é composto por calça em risca de giz e paletó grafite com cauda longa. É mais comum nos casamentos da realeza britânica. No Brasil não é muito indicado;

– Gravata: é mais comum o uso de tons perolados, como cinza claro, quase prata. Os noivos mais modernos podem fazer uso da gravata preta;

– Lenço: os mais previdentes levam um lenço de tecido dentro do bolso para oferecer à noiva, caso ela chore durante a cerimônia;

– Meio-fraque: bem parecido com o fraque, mas sem a cauda longa. É uma invenção latina e vai do gosto do noivo optar por esse tipo de traje;

– Terno: sem dúvida, é o caminho certo, sem risco de erros. Os profissionais da moda recomendam que o noivo case de terno escuro, camisa branca, gravata perolada e sapatos pretos. Esse traje é quase que um uniforme dos noivos brasileiros. E eles estão certos. Além de ficarem bonitos, não pecam pelo excesso.

Publicidade

Comente