Como escolher o melhor método para engravidar

O sonho de ser mãe não é alcançado por muitas mulheres, causando frustração e desanimo a muitas delas. Felizmente a medicina tem avançado nesse campo e pode ajudar quem deseja muito a maternidade. Leia o texto a seguir e conheça os melhores métodos para engravidar.

A infertilidade envolve muitos fatores, desde emocionais a físicos. O fato de não conseguir gerar um filho, pode levar muitas mulheres à depressão, intervindo inclusive no relacionamento com o parceiro. Hoje em dia, no entanto, a medicina tem avançado muito nessa área e muitos casais já foram beneficiados com isso. Mas antes de procurar seu médico para saber se você (ou seu parceiro) tem algum problema físico que está impedindo a gravidez, procure identificar se o seu caso não é puramente emocional.

Publicidade

A ansiedade pode atrapalhar e muito a gravidez. As mulheres atualmente estão deixando a maternidade para mais tarde. Muitas decidem ter o primeiro filho após os 35 anos, quando a vida financeira e profissional já se encontra mais estabilizada. Mas ao mesmo tempo em que tomam essa resolução, elas também sabem que os riscos aumentam, mesmo com a medicina a nosso favor. Além do mais, os parentes adoram perguntar quando a família vai aumentar, gerando certo estresse, principalmente quando ainda existem dúvidas ou o relacionamento não vai bem. Nessas situações o melhor é não dar ouvidos às outras pessoas e tomar as decisões baseados nos seus próprios conceitos. Muitas vezes os filhos vêm sem planejamento algum e são criados com o mesmo amor. Então não adianta se preocupar com certas questões. Relaxe.

Outro fator que pode impedir a gravidez é a culpa. Mulheres que por anos a fio se recusaram a serem mães, incluindo aquelas que em alguma época da vida fizeram abortos, podem sentir-se culpadas quando finalmente decidiram que chegou o momento da maternidade. Por achar que não merecem gerar um filho por conta do que aconteceu no passado, isso pode interferir seriamente na hora de engravidar.

Esses problemas emocionais são difíceis de resolver sozinha. Procure ajuda profissional para eliminar os bloqueios que sua mente criou. Ao mesmo tempo faça exercícios de relaxamento, divirta-se mais e tente afastar da mente a ideia obsessiva de engravidar.

Publicidade

Quando o fator emocional não está interferindo, o problema pode estar relacionado a diversos fatores físicos como a síndrome dos ovários policísticos, endometriose, miomas e na própria infertilidade do parceiro. Confira os tratamentos disponíveis para engravidar e consulte seu médico para saber qual é o mais indicado para o casal:

– Medicamentos ou cirurgia: os casos descritos acima podem ser resolvidos mais simplesmente com tratamento através de remédios que estimulam a ovulação ou intervenção cirúrgica;

– Inseminação intrauterina: o esperma do parceiro é injetado diretamente no útero da mulher, no interior dos óvulos, já estimulados por medicamentos;

– Fertilização in vitro: os óvulos são coletados e fertilizados com esperma, em laboratório. Depois os embriões são colocados no útero da futura mamãe.

Estimule sua fertilidade consumindo produtos naturais e saudáveis, controlando o nível de estresse, bebendo bastante líquido, mantendo o peso e evitando vícios como fumo e álcool.

Publicidade

Comente