Como escolher o melhor vinho

Aprenda a escolher o vinho certo para o seu cardápio.

O vinho está cada vez mais popular no Brasil, mas muitas poucas pessoas sabem de que forma é produzido seu sabor. Ele é definido pela espécie de uva, onde ela é cultivada e como é espremida. O vinho fica mais escuro e encorpado se levar mais tempo para ser processado. Confira agora a classificação dos vinhos:

Publicidade

Vinho de mesa (suave)

É produzido com uvas mais simples e suas características são aroma e sabor mais fracos. Durante a fabricação, o vinho é modificado para aprimorar as suas qualidades, o que o torna menos natural e menos benéfico para quem o consome.

Vinho fino

Sua fabricação é diferente, com uvas especiais, próprias para a fermentação. Neste caso, os aromas e sabores são mais naturais e mais saborosos.

Vinho seco

Não possui resíduos de açúcar. É melhor degustá-lo com alimentos fortes e de sabores marcantes.

Publicidade

Vinho meio seco

Também conhecidos como “demi sec” e se destacam por serem ligeiramente doces. São indicados para o acompanhamento de frutas e sobremesas. Os vinhos cuja embalagem vem com a descrição “brut” são os secos.

Para você poder escolher o melhor vinho da loja, é essencial que já tenha o cardápio em mente. Caso você tenha gostado de algum vinho em especial, nunca se esqueça de perguntar qual o nome e com qual uva ele é fabricado. Nos supermercados maiores há uma área destinada somente para os vinhos e algumas lojas disponibilizam sommeliers para orientação sobre a bebida. Na dúvida, consulte-os. Os vinhos argentinos e chilenos são os mais baratos e com ótima qualidade. Vale a pena experimentá-los. Preste atenção no rótulo, pois nele você encontra o símbolo da vinícola, o nome do fabricante ou da família que o produz, tipo da uva, safra, país de origem e o nome da vinícola.

Combinar vinhos e pratos não é tão complicado assim. Veja:

Vinho branco: é produzido com uvas brancas ou tintas e é mais claro. É bem mais leve que os demais. Ele cai bem com pratos leves como peixes, entradas, mariscos, queijos frescos e legumes.

Vinho rosé: feito com uvas tintas e têm características do brando e do tinto. O vinho rosé serve bem com pratos como peixes, saladas, mariscos, embutidos e aves.

Vinho tinto: é bastante encorpado e possui aroma forte de frutas. Cai bem com carnes vermelhas e queijos fortes. Se o prato principal for peixes ou aves, opte pelo vinho tinto leve.

Publicidade

Comente