Como escolher roupas em um brechó

Nos brechós também são encontradas roupas bem legais. Veja como escolher e economizar seu dinheiro.

Você já deve ter passado por vários brechós e se encantado com alguma peça de roupa pendurada no cabide. Contudo, algumas pessoas ainda sentem certo preconceito ao entrar em roupas de lojas usadas, receando encontrar peças em mau estado ou antigas.

Publicidade

Mas isso é um grande engano. Muitas roupas vendidas em brechós estão em excelente estado, são modernas e podem ser usadas ainda por muito tempo. Ao mesmo tempo você não deve se atirar na primeira blusinha que vê por ela ser mais barata e atraente. Antes a examine bem para procurar possíveis defeitos, não visíveis em uma primeira olhada.

Em brechós você pode renovar seu guarda-roupa com peças importadas, novas e seminovas, vintages e outras praticamente exclusivas. E se você tem roupas que não usa mais e que estão boas para o uso, não hesite. Procure os brechós.

Para se desfazer de roupas nem sempre é muito fácil. Muitas mulheres sentem verdadeiro apego por peças que há tempos não usam mais. Mas pense bem: vale a pena você lotar seu guarda-roupa com peças que não veste há um tempão? Roupas cuja moda já passou possuem ainda um apelo comercial. Reserve as peças que você não usa e nem tem intenção de voltar a vestir. Entre em contato com alguns brechós para saber quais os procedimentos de venda e marque um horário para análise das peças. Junte todas as roupas que você acredita que tenham valor de uso. Importante: leve-as limpas e passadas.

Publicidade

A venda das roupas, na maioria dos brechós, é feito por sistema de consignação. Resumindo, você só receberá sua parte quando a peça for vendida na loja. A roupa é avaliada pela sua qualidade, modelagem, tipo de tecido, durabilidade e conservação.

Você já deve ter reparado que os brechós estão cada vez mais saindo do fundo do quintal e se profissionalizando. Portanto, nem tente levar roupas mal conservadas, sujas, com manchas, rasgadas e com defeitos de costura. A mentalidade está mudando. Antes os brechós vendiam roupas antigas e sem muitas condições de uso. Hoje as coisas estão evoluindo. Os brechós vendem peças novas e que estão lá simplesmente porque seus donos enjoaram delas ou por algum motivo não lhes servem mais. A qualidade, portanto, está cada vez melhor.

Ao visitar um brechó tenha já em mente o que você quer adquirir e quanto pretende pagar. Você certamente encontrará peças muito variadas, de diversos estilos e é claro, de gosto duvidoso. Ao se encantar com uma peça, procure as que tenham qualidade e se precisarem de ajustes, que estes sejam simples. Fique atenta para furos, manchas de mofo e caimento.

Você mesma pode fazer um brechó na sua própria casa. Pegue as roupas que você não curte mais, tire foto sob vários ângulos e poste no Facebook. Divulgue entre amigos, parentes e colegas e ganhe uma boa graninha.

Publicidade

Comente