Infelizmente a modernidade veio para que o homem cada vez mais utilizasse menos a memória. No dia a dia, temos vários aparelhos que nos ajudam a guardar as nossas tarefas diárias, reuniões, datas de aniversários, telefones, endereços, logo vamos deixando nossa memória de lado e só a utilizando em último caso.

Como estimular a memória

O que é muito ruim, porque quanto menos forçamos nossa memória, mais preguiçosa ela fica. Mas há algumas ações diárias que podemos fazer para estimulá-la. Ações simples como gravar na cabeça e não na agenda do celular os principais números telefônicos que usamos diariamente. Isso mesmo, você pode gravar no seu celular, mas antes disso grave em sua memória. Nada de ligar automaticamente pela agenda do telefone.

Outra forma de usar a memória é não usando uma agenda eletrônica. Treine seu cérebro a gravar compromissos diários, claro que aquela reunião agendada a 15 dias pode ir para a agenda. Mas tarefas diárias e mais simples devem ser guardadas na memória.

Lembre-se que quanto menos você utiliza a memória, mais ela vai se acostumando a ficar preguiçosa. Dormir bem, alimentar-se direito também a ajudam.

Fazer associações visuais, auditivas e sinestésicas para lembrar coisas importantes é uma boa saída. Por exemplo, se você está estudando para uma prova importante tente ver, ouvir e tocar, materializando mentalmente o tema que está estudando. Isso ajudará bastante a memorizar.

Um outro fator importante é que ler devagar quando se está estudando atrapalha na memorização da matéria. Isso ocorre porque o cérebro encontra mais tempo para pensar, entre uma palavra e outra. Por isso o ideal é ler rápido, para ajudar seu cérebro a memorizar a matéria que está estudando e não pensar em outras coisas.

Experimente estas dicas e veja como sua memória reagirá!

Receba mais sobre "Como estimular a memória" e outros artigos do Como Fazer Online no seu e-mail. É grátis!



Faça um Comentário