Como evitar a perda de cabelo

Química demais, estresse e má alimentação são motivos que podem levar à queda de cabelos. Veja como evitar.

Ficar careca é um mal que atormenta muitas mulheres. Encontrar tufos e tufos de cabelos no chão, no travesseiro ou no box do banheiro é capaz de deixar qualquer uma de nós com os nervos à flor da pele. E não é para menos. Cerca de 30% da população feminina mundial sofre perda de cabelo. Os motivos são vários: excesso de química, estresse e alimentação com deficiência de vitaminas. Mas não se desespere. É possível evitar que esse mal se agrave. Previna-se com as dicas abaixo:

Publicidade

– É bem comum encontrar fios de cabelos no travesseiro ou logo após o banho. É considerado normal perder cerca de 100 fios de cabelos diariamente. Apenas observe se o chumaço está aumentando. Se for o caso, consulte um dermatologista para analisar sua situação;

– Lavar os cabelos todos os dias não provoca sua queda. O recomendado é que eles sejam lavados em dias alternados. Porém quem tem cabelo muito oleoso ou pratica esporte é praticamente impossível deixar de não lavar. Fazer isso diariamente não irá prejudicar nem as raízes e nem os fios;

– O estresse da vida corrida de hoje pode sim provocar uma queda maior de cabelos. Durante um quadro de estresse o organismo produz determinadas substâncias químicas que detêm o crescimento dos cabelos. O negócio é se acalmar e procurar atividades relaxantes para sua vida voltar ao normal o quanto antes;

Publicidade

– Na desesperada tentativa de fazer com que os cabelos cresçam mais rápido, várias mulheres adotam o seguinte expediente: misturam anticoncepcionais, remédios ou vitamina A ao xampu para acabar com a queda e acelerar o crescimento. Infelizmente o uso desses artifícios de nada adianta, é pura perda de tempo. Esses produtos não penetram nos fios quando aplicados externamente;

– Aparar as pontinhas dos cabelos só ajudar a eliminar as pontas duplas. De resto, elas não têm a menor influência no crescimento deles;

– Lavar os cabelos com água quente pode piorar o problema. Opte por morna ou fria;

Dormir de cabelo molhado também não oferece risco algum, a não ser pegar um belo resfriado;

– Cuidado com a chapinha e a escova. Usadas com moderação elas não oferecem problemas. Porém quando feitas em excesso os fios enfraquecem. Não passe a escova nos cabelos com muita força para não arrebentá-los;

– O megahair é um artifício muito interessante para mulheres que apresentam falhas no couro cabeludo ou simplesmente querem renovar o visual. Mas na verdade o megahair machuca a raiz e o cabelo pode cair pela força que os fios puxados exercem. Essa é uma situação que se repete com as mulheres que tem por hábito prender os cabelos com frequência;

– A caspa pode provocar queda de cabelo. Outros fatores como psoríase e micoses também são sinais de alerta. Se você reparar que o seu couro cabeludo apresenta áreas avermelhadas com escamas por cima que tanto podem coçar ou não, procure um dermatologista urgente;

– Alimente-se corretamente. Consuma ferro, zinco, biotina e aminoácidos. Vitaminas A e E, complexo B e cálcio são excelentes para deixar seus cabelos muito saudáveis;

– A calvície pode ser hereditária. Observe sua mãe. Se ela sofrer desse mal, há chance de você também perder cabelo. Apesar de ser ruim, esse tipo de queda é considerada normal.

Durante sua vida muitos fios de cabelo irão cair, mas isso não é motivo para preocupação. Faça o possível para preservar a saúde deles tomando atitudes saudáveis.

Publicidade

Comente