Como evitar e tratar o joanete

Além de dar um aspecto muito feio aos pés, o joanete pode causar dor. Entenda como ele surge e as melhores maneiras de evitá-lo.

Quem tem joanete sabe que ele deixa o pé com uma aparência bem feia. Sem tratamento e cuidados adequados, à medida que o tempo passa o osso deforma e aumenta. E o pior de tudo é quando o joanete começa a se manifestar em forma de dor. Bem, nem sempre o salto alto é o grande causador desse mal. Usar sapatos de bico bem fino e com a frente apertada podem piorar o problema de quem já tem o joanete. O desvio do dedão tem várias causas, entre elas predisposição genética, hormônios em desequilíbrio e caminhar fazendo com que o peso do corpo se concentre na borda dos pés, sendo esse último o principal motivo do joanete surgir. Mas é possível conviver com o joanete sem sofrer tanto. Abaixo, siga as dicas de como evitar e tratar desse incômodo que atinge muitas mulheres:

Publicidade

– Para evitar o joanete, é preciso que você saiba escolher o calçado certo e que se adapte direitinho no seu pé. Há uma maneira bem simples e prática de você descobrir isso. Coloque seu pé em uma folha em branco e o contorne com uma caneta. Depois ponha o calçado por sobre o desenho e faça um contorno nele também. Analise: se o desenho do sapato for menor que o desenho do pé, significa que ele não tem o tamanho adequado para você;

– Ao comprar um sapato novo, mexa os dedos dentro dele. Eles devem ter espaço para se movimentarem. Não use calçados apertados, pois isso só irá piorar o problema de quem já tem o joanete. Imagine a dor que você irá sentir quando o tecido do sapato roçar com a pele? Seja flexível e troque o modelo do seu calçado por um mais aberto ou bico mais largo. Beleza nem sempre é sinal de conforto;

– Especialistas recomendam a comprar sapatos no final do dia, quando os pés naturalmente estão mais inchados. Assim você compra um calçado mais largo e que não vai lhe machucar futuramente.

Publicidade

Contudo, quando não há mais jeito, o negócio é tentar evitar a dor. Há um tratamento que você pode fazer enquanto dorme e que consiste em usar um acessório ortopédico que afasta o dedão dos outros dedos. Ele não corrige o desvio, mas impede que o joanete progrida. Protetores diurnos também podem ser utilizados. São anéis de silicone colocados ao redor do dedão. Eles têm por função proteger o joanete do contato com o sapato.

O joanete até tem cura, porém somente através de cirurgia. Faça somente em último caso, pois o repouso pós-cirurgia leva entre 15 a 30 dias.

Publicidade

Comente