Como evitar e tratar unhas encravadas

Unha Encravada: Evite este incômodo doloroso que não tem idade para chegar

A função principal das unhas é proteger a ponta dos dedos, região delicada e facilmente machucada. Feitas de camadas de queratina, um tipo de proteína, as unhas crescem bastante toda semana em pessoas saudáveis e devem ser aparadas de forma adequada para que não encravem, ou seja, para que suas pontas não cutuquem a carne que fica ao redor da unha, causando dor e inflamação.

Publicidade

A unha encravada costuma afetar principalmente as unhas dos pés, sendo os dedões os preferidos para encravarem. Democrática, a patologia acomete homens, mulheres, idosos e crianças, mas pode ser prevenida.

Segundo podólogos, a primeira precaução para evitar que a unha encrave está na forma como ela é cortada. As unhas devem ser cortadas sempre de forma reta, quadrada, lixando as pontas para que não fiquem pontudas e cutuquem as laterais dos dedos. As unhas também não devem ser cortadas muito rente à pele ou elas podem encravar durante o crescimento. Além disso, a região fica mais sensível e fácil de ser machucada caso isso aconteça.

Os sapatos também não devem ser apertados para evitar que os dedos fiquem espremidos lá dentro, forçando a unha contra a carne, de modo a vir a encravar pela constante pressão do calçado contra os dedos (é importante lembrar que alguns tipos de meia-calça femininas também podem colaborar com a unha encravada por exercerem o mesmo tipo de pressão sobre os dedos dos calçados apertados).

Publicidade

Não abafe a unha encravada ou ela pode piorar seu estado. Procure sempre deixar os dedos tomarem ar para evitar ainda que bactérias se alojem sob as unhas por causa da umidade do suor e colaborem para inflamar a região.

Caso a unha já esteja encravada, não a cutuque. Procure calça-la com pedacinhos de algodão nas laterais para separá-la da carne aos poucos. No começo, vai doer e latejar bastante, mas aos poucos a unha começa a crescer separada da pele, endireitando seu formato e deixando de encravar. O calço com algodão deve ser feito e trocado diariamente.

Se a unha estiver inflamada, não cutuque nem esprema para remover o pus. Procure um podólogo ou mesmo um médico para saber como tratar o problema. Antigamente recomendava-se exclusivamente a remoção da unha problemática, sendo que a unha podia crescer encravada novamente. Atualmente, podólogos já tem conhecimento e mecanismos de cuidar do problema, tratando a inflamação e reestruturando o formato desta parte do corpo de modo a acabar com o problema.

Publicidade

Comente