Como evitar os pelos encravados na barba

Dicas para um barbear saudável

Hoje fazer a barba é obrigação para muitos homens, a maioria deles deve estar diariamente sem nenhum pelo no rosto por motivos profissionais, higiênicos ou por estética. Este ato, em alguns casos, tem suas consequências, como o aparecimento dos pelos encravados.

Publicidade

Não que seja um problema estar barbeado todos os dias, mas é importante ter os cuidados necessários ao fazer, pois o barbear é uma grande agressão à pele, além de ser numa parte muito sensível, no rosto, que pode causar alguns incômodos como a irritação e os pelos encravados. Para os homens que não tem toda esta obrigação de estar sempre com o rosto lisinho é recomendado que diminuam a frequência do barbear.

O pelo encravado é resultado do seu crescimento pela diagonal na pele, isso acontece porque, ao crescer ele não tem força e acaba dobrando, assim não consegue perfurar a superfície, o que causa uma inflamação. Outros casos são genéticos, ou seja, a pessoa tem tendência a encravar os pelos sempre, seja pela camada da pele ser grossa ou porque enrolam antes de aparecer na parte externa.

Para os homens que sofrem com estes pequenos probleminhas, que além de causar certo mal estar deixa a pele com uma má aparência, existem alguns cuidados que aliviam e até mesmo pode resolvê-los. Vamos começar pela forma certa de se barbear, uma barba bem feita, não é aquela que somente apresenta os pelos rentes à pele, mas, é a que além de não aparecer os pelos está hidratada e macia, a hidratação da pele é importante porque evita a irritação nos poros, o que pode influenciar no encravamento. Além disso, jamais os pelos devem ser retirados em sentido contrário ao do crescimento, isso pode irritar e incentivar os pelos a tentarem nascer por novas vias, ou seja, tentando perfurar novamente a pele, aumentando a incidência de pelos encravados.

Publicidade

Outros cuidados importantes são com os cosméticos para o pós barbear, eles ajudam bastante na hidratação, mas não devem conter álcool e nem corantes. Para a retirada de pelos já encravados, é interessante o uso de um esfoliante facial ao menos duas vezes por semana, sempre seguido da hidratação.

Também é possível retirar os pelos de outra forma, além da gilete. A depilação com cera nunca é recomendada para este fim, pois ela é muito agressiva e pode danificar a pele. Uma boa opção, principalmente, para os que têm o encravamento genético, é a depilação a laser, ela retira os pelos pela raiz, sem provocar irritação e nenhuma agressão.

Agora siga as dicas e apresente um barbear impecável!

Publicidade

Comente