Como evitar que seu filho seja reprovado

As notas escolares do seu filho estão caindo? Veja como evitar sua reprovação.

Com a proximidade do final do ano letivo, começa a acender o sinal vermelho na casa de muitas famílias. As notas abaixo da média são o motivo para sérias preocupações dos pais. Bem, o importante a partir desse momento é focar no presente e tentar salvar o ano. Elaborar um plano de estudos e conversar com os professores é uma das maneiras de evitar a reprovação.

Publicidade

Veja as dicas para você ajudar seu filho a terminar o ano com as notas em azul:

– Antes de qualquer coisa é interessante ir até à escola e conversar com os professores cujas matérias seu filho apresenta maiores problemas. Uma conversa franca ajudará a esclarecer as dificuldades apresentadas. Nessa visita os pais devem ser orientados quanto falta de nota para o aluno obter a aprovação;

– Há escolas que possuem aulas adicionais para reforçar as matérias. Já outras dão trabalhos extras para o aluno fazer em casa e tentar aumentar a nota;

Publicidade

– Mas não adianta o esforço vir somente dos pais. O aluno também deve estar imbuído da vontade de ser aprovado e abrir mão do lazer em favor dos estudos. Em conjunto com os pais, deve ser elaborada uma tabela de horários para estudar;

– Estudar horas seguidas também não é viável. Seu filho vai se cansar e não vai render. É recomendado variar as disciplinas. Ficar em cima da matemática horas seguidas estressa. Alterne com outra matéria para estimular o cérebro;

– Nada de estudar com um olho no caderno e outro na TV ou no computador. Providencie um ambiente tranquilo, iluminado e sem burburinho ao redor;

– Se a situação estiver crítica, programe os estudos inclusive para os finais de semana. Havendo reclamações lembre que a situação é passageira. Afinal, é melhor se sacrificar um pouco aos sábados e domingos do que repetir todas as matérias em caso de reprovação;

– Sente ao lado do seu filho e o ajude com as matérias mais complicadas. Além disso, esteja sempre no controle da situação. Não é interessante elaborar um programa de estudos e depois deixá-lo somente por sua própria conta. Acompanhe como anda a situação, tome as matérias e fiscalize também os cadernos para conferir se ele está copiando o que o professor passa;

– Descubra com seu filho a melhor maneira de ele memorizar e aprender os conteúdos. Há pessoas que preferem escrever, pois a matéria assim é mais facilmente aprendida. Já outras acham melhor ler em voz alta;

– Para o estudo não ficar monótono e tedioso, incentive seu filho a buscar os conteúdos na internet. Há links no You Tube que podem ajudar com vídeos de aulas. O risco, no entanto, é ele se distrair e navegar na internet, deixando os estudos de lado. Nesse caso é mais viável que um dos pais esteja junto para controlar o tempo a mais na frente do computador.

Corra atrás do tempo perdido e passe um final de ano mais tranquilo.

Publicidade

Comente