Como fazer para reaproveitar um vestido de noiva

Prepare uma sessão de foto depois do casamento chamada Trash the dress

O casamento é sem dúvida uma data muito especial para muitas mulheres. Apesar de na maioria das vezes o homem fazer o pedido (como pede o figurino), são elas que se dedicam a ver os detalhes do grande dia.

Publicidade

Igreja, salão de festas, decoração, música, cardápio, bem casado e até no traje do noivo elas dão palpite. Mas o ponto alto dessa preparação é o vestido. Muitas delas sonham com um modelo antes mesmo de acharem o par perfeito e, quando são pedidas em casamento, correm para ver o look da hora do sim. Apesar de terem a opção de alugar o vestido, grande parte prefere comprar um para chamar de seu. Antes da data, até o dia, o modelo fica intocável no ateliê da costureira ou na loja onde ele foi comprado. Depois disso, eles ficam guardados em algum canto do armário já que nunca mais será usado. Ou sim…

Muitas empresas de fotografia começaram a conquistar novos clientes quando desenvolveram um trabalho chamado Trash The Dress. A técnica, se é que pode ser chamado assim, nada mais é do que um ensaio fotográfico de “despedida” do vestido de noiva. Depois de casados, os noivos podem escolher um lugar especial para os dois e, com os mesmos trajes do dia do casamento, fazer uma sessão de foto mais divertida ou até mesmo sensual.

O conceito significa “destruir o vestido” em um contexto mais descontraído e “cool”. A prática começou em Las Vegas, claro – cidade dos casamentos mais arrojados do mundo -, em 2011 pelo fotógrafo John Michael Cooper com o intuito de reutilizar a peça, mesmo que seja apenas mais uma vez.

Publicidade

Nas fotos, a imagem glamorosa e fina do vestido deve ser contrastada com ambientes diferentes. Nessa hora, vale tudo: entrar no mar, rolar na areia, escalar uma montanha… Quem manda são os noivos e principalmente a noiva, que antes de tudo, deve praticar o desapego do vestido e estar preparada para molhar, sujar e rasgar a peça.

Alguns casais escolhem fazer essa sessão de fotos um ou dois anos depois do dia oficial do casamento como uma mini comemoração particular, que vai render bons momentos e um álbum de fotografias totalmente diferente do da igreja.

Quem se interessar, pode procurar grandes estúdios de fotografia no Brasil todo que oferecem o serviço. Basta escolher aquele que mais se encaixa ao orçamento do casal, escolher o local e se divertir durante os cliques.

Publicidade

Comente