Aprenda a aproveitar o pouco espaço com muito verde

A preocupação com a natureza tem se tornado cada vez mais constante na vida dos brasileiros. E com os espaços cada vez mais reduzidos, fica difícil levar um pouco de verde para dentro de casa – ou ficava. Popular há vários séculos, o jardim vertical voltou a ser tendência decorativa e surge como uma opção para quem quer ter plantas em casa, mas não tem espaço para fazer um jardim.

Como fazer um jardim vertical

As arquitetas Daniella e Pricilla Barros, da capital paulista, sugerem que o jardim vertical seja usado em diversos cômodos da casa ou do apartamento, como a varanda gourmet, a sala, o lavabo e até mesmo no quarto.

As profissionais sugerem fazer um painel de madeira e acoplar pequenos vasos para dar simplicidade e charme aos projetos, mesclando plantas de diferentes espécies, em especial para os ambientes internos. Por deixarem a decoração mais leve e aconchegante, as plantas são sempre bem-vindas em qualquer projeto decorativo e podem ser usadas de formas bastante versáteis, aparecendo até mesmo em nichos de armários, como detalhes curiosos.

Antes de iniciar o projeto de um jardim suspenso é preciso cuidar da parede, impermeabilizando-a e consertando rachaduras, infiltrações e o acabamento. Mesmo querendo um pouco de verde na casa, ninguém quer ter problemas estruturais causados pelas plantas, nem quer que as plantas não consigam se desenvolver por contratempos referentes à construção.

A escolha das plantas também é essencial não apenas para a beleza, mas também para a durabilidade do jardim vertical. Escolher espécies que estão ambientadas às condições climáticas do local em que estarão dispostas é fundamental. Organize-se e planeje se o jardim ficará interna ou externamente, qual a incidência de luz e vento no local e, com essas informações em mãos, escolhas as plantas que mais se adequem às especificações do seu jardim. O sistema de irrigação pode ser automatizado, por gotejamento, ou manual.

Os jardins suspensos verticalmente podem ser feitos com diversas técnicas que vão desde o encaixe de blocos de plástico ou concreto na parede à disposição de vasos e garrafas pet penduradas verticalmente na construção, atendendo ao gosto e às necessidades de cada pessoa.

Além da beleza, o jardim vertical apresenta vantagens como colaborar com a redução do calor em dias de verão e ajudar a filtrar as impurezas do ar. Relaxante, a visão de plantas e flores ainda acalma e, segundo especialistas em feng shui, traz energias benéficas para a residência e seus moradores.

Receba mais sobre "Como fazer um jardim vertical" e outros artigos do Como Fazer Online no seu e-mail. É grátis!



Faça um Comentário