No final e início de ano muitas coisas ruins no aspecto financeiro acontecem para  a maioria das pessoas. Algumas contraíram muitas dívidas, outras acabaram perdendo produtos por falta de pagamento ou ainda  tendo o nome inscrito no SPC ou SERASA.

Como fazer um planejamento financeiro

Não estou dizendo que esse é seu caso, é? Se for, saiba que essas situações são muito comuns nos dias de hoje. Às vezes nos iludimos com o dinheiro que ganhamos e acabamos comprando mais coisas do que realmente podemos pagar. Em vista dessas situações, este artigo vai apresentar dicas importantes para quem deseja fazer um planejamento financeiro.

Para fazer um bom planejamento financeiro é preciso:

  • Criar uma planilha de gastos
  • Relacionar os gastos fixos
  • Relacionar os gastos não fixos
  • Relacionar toda a renda familiar
  • Fazer a subtração e a soma de todos os gastos e ganhos

Agora veja com detalhes como você deve elaborar a sua planilha financeira.

1º Criar uma planilha de gastos

Para criar uma planilha de gastos correta é preferível que seja feita no Excel. Se não souber fazer não tem nenhum problema. Faça no Word mesmo, ou num caderno, enfim, faça num local onde você possa ter acesso fácil e principalmente que você entenda o que está escrito.

2º Relacionar os gastos fixos

Após você fazer o primeiro passo, você vai escrever os seus gastos fixos: conta de água, luz, telefone, internet, prestação da casa, prestação do carro, despesas com alimentação, transporte, enfim, vai fazer uma lista de gastos que são necessários todos os meses. Aqueles que não têm como fugir, e que estão todos os meses na nossa caixa de correio ou sendo descontados na nossa conta bancária.

3º Relacionar gastos não-fixos

Relacionar gastos não-fixos significa listar todos os gastos eventuais como: IPVA, IPTU, despesas com material escolar, despesas com estética, viagens, ou qualquer outro gasto que não seja freqüente.

4º Relacionar toda a renda familiar

Relacionar toda a renda familiar significa colocar no papel ou no computador todos os ganhos que temos mensalmente ou fazer uma expectativa de quanto iremos ganhar (no caso de pessoas que não tem uma renda fixa). Nos casos de pessoas que não tem uma renda fixa, é essencial que se faça um cálculo com o mínimo que se possa ganhar num mês. Assim, tudo o que ultrapassar é lucro e renda extra.

5º Fazer a subtração e a soma de gastos e ganhos

Fazer a subtração e a soma de gastos e ganhos é somar todos os gastos fixos, somar todos os gastos não fixos e subtrair ao final sobre os ganhos mensais. É importante fazer essa planilha mês a mês.

Assim você vai poder controlar de forma muito simples e eficaz as suas contas e vai saber se vai sobrar ou vai faltar dinheiro para pagar as contas. O mais importante é você saber o quanto você ganha ou pode ganhar e saber o quanto você pode gastar, assim não haverá estouro no orçamento mensal e muito menos o pagamento de juros de cheque especial.

Viu como é fácil fazer um planejamento financeiro. Então comece a fazer desde já, para começar o ano com segurança em seus gastos e com dinheiro sobrando na conta bancária.

Receba mais sobre "Como fazer um planejamento financeiro" e outros artigos do Como Fazer Online no seu e-mail. É grátis!



Faça um Comentário