Quando a alta taxa de açúcar no sangue desencadeia numa glicose alta, é hora de ter uma alimentação mais saudável. Antes disto, o ideal é saber identificar os sintomas da diabetes o quanto antes.

Como identificar e tratar casos de glicose alta

Você pode desconfiar que está com glicose alta se começar a apresentar os seguintes sintomas: eliminação de urina alaranjada e espumosa várias vezes ao dia, sede e cansaço excessivo, perda rápida de peso, inflamação nos olhos, aftas e cistites, pele pálida, comichão em todo o corpo e secura na boca.

Quando uma pessoa tem glicose alta, isso significa que essa pessoa tem algum tipo de diabetes. O problema é que a diabetes pode desencadear outras doenças, como catarata, pressão alta e problemas cardíacos. Os sintomas citados anteriormente são apenas iniciais e se não forem tratados podem levar o indivíduo à morte no decorrer dos anos.

Um dos fatores que mais propicia o aumento da glicose é a má alimentação. Por isso mesmo, o diabético tem que passar por uma forte reeducação alimentar, o que inclui ingerir menos doces, mais frutas e evitar gordura saturada, refrigerantes, bebidas alcoólicas e alimentos calóricos. Carnes magras, fibras, grãos, legumes e verduras também devem fazer parte da rica dieta da pessoa portadora de alta taxa de açúcar no sangue.

Além disto, é estritamente recomendável que o paciente passe a praticar atividades físicas com maior frequência, pelo menos cinco vezes por semana. Essas atividades podem ser caminhadas, corridas, exercícios aeróbicos e esportes aquáticos, pois são práticas muitos eficazes em ajudar a eliminar o açúcar do sangue.
Vale lembrar que existem vários tipos de diabetes, com causas diferentes e com formas diferentes de se combater a glicemina desregulada.

Por ser uma doença hereditária e por vivermos numa época de muito stress e pouco cuidado na hora de se alimentar corretamente, vemos o índice da diabetes crescer. Cerca de 5% da população mundial sofre de diabetes e no Brasil estima-se que 10 milhões de pessoas tenham problemas relacionados à glicose alta. Nos Estados Unidos, onde existe um índice de obesidade alto, 7% da população já foi diagnosticada com algum tipo de diabetes.

Sendo assim, é muito importante que independente de algum caso de diabetes na família ou de apresentar alguns dos sintomas, as pessoas realmente se conscientizem da necessidade de uma alimentação balanceada e regrada, além da prática de exercícios físicos. E na presença de mais de um dos sintomas da doença, não hesite em procurar rapidamente um médico especialista.

Receba mais sobre "Como identificar e tratar casos de glicose alta" e outros artigos do Como Fazer Online no seu e-mail. É grátis!



Faça um Comentário