Como identificar sinais de doenças no dia-a-dia

Quando a saúde não vai bem, o corpo emite diversos sinais de alerta. Aprenda a identificá-los.

Unhas amareladas, manchas na pele, cabelo caindo. Estes sinais tanto podem ser relativos à estética como a problemas de saúde. Mas não se alarme. O fundamental é procurar um especialista assim que você reparar que algo não vai bem. Desordem na tireoide, anemia, diabetes e até o temido lúpus provocam os sinais descritos acima. Exames simples ajudam a diagnosticar a doença e quanto antes verificar a origem de tudo, melhor.

Publicidade

Abaixo confira os principais indícios que seu corpo pode emitir no dia-a-dia e que são sintomas de doenças:

CABELOS

Perder cabelo é normal desde que esteja na faixa dos 100 a 200 fios por dia. Quando eles começam a aparecer no chão, travesseiro e escova é preciso averiguar. Na maioria das vezes a questão é puramente estética, resultado do excesso de química. Porém, também podem representar sintomas de anemia, distúrbios da tireoide e estresse. Em casos mais graves e menos frequentes, lúpus ou sífilis.

Cabelos ralos são indicativos de problemas no couro cabeludo. Quando acompanhados de acne, seborreia e pelos no rosto, o diagnóstico de síndrome do ovário policístico é provável.

Publicidade

UNHA

Sempre fique atento a elas. Quando azuladas e mais curvas que o habitual, pode ser consequência de bronquite ou enfisema pulmonar. Doenças renais também mostram seus sinais nas unhas. Se a parte branca próxima à cutícula aumentar de tamanho, procure um nefrologista. Unhas que custam a crescer indicam alteração metabólica ou problemas hormonais. O uso de produtos de limpeza ou traumatismos também costuma deixar as unhas fracas, bem como a carência de vitaminas.

CANSEIRA

Quem não adora se atirar no sofá depois de um dia exaustivo? Nada mais normal. Mas quando o cansaço permanece por dias a fio algo não vai bem. Doenças psiquiátricas, anemia e distúrbios na tireoide podem ser as causas. Neste caso, é importante procurar um médico sem demora para diagnosticar a origem da fadiga.

PELE MANCHADA

Não é apenas o sol em excesso que provoca manchas na pele. Fique atenta para pintas mais escuras e com a superfície aveludada. Elas costumam aparecer na virilha, axila ou pescoço. Neste caso é o corpo avisando que sua resistência à insulina e à diabetes está no fim. As manchas clarinhas também merecem preocupação. O sol e os fungos podem ser a sua origem ou ainda hanseníase e vitiligo.

PESO

Você controla sua alimentação e mesmo assim não tem controle sobre seu peso? O problema pode estar relacionado ao mau funcionamento da tireoide. O endocrinologista é o especialista responsável pelo diagnóstico. Um simples exame de sangue irá mostrar se a sua tireoide não está indo bem. Em outras ocasiões os efeitos colaterais de medicamentos fortes reduzem a taxa do metabolismo corporal.

LÍNGUA

Examine sua língua. O normal é que ela possua uma aparência rugosa. Caso contrário, pode ser carência de ferro e vitamina B12.

Publicidade

Comente