Como interagir com o seu bebê

Veja as dicas de como interagir com seu bebê nos primeiros meses de vida.

É maravilhoso segurar nos braços o presente mais esperado da sua vida. Porém, para muitas mães, principalmente as de primeira viagem, não é nada fácil interagir com o filhote nos primeiros meses. Resultado: muita ansiedade e preocupação.

Publicidade

Logo ao nascer a criança não possui coordenação das pernas e braços. Os seus movimentos respondem por estímulos. Quando a mãe o segura no colo, imediatamente o bebê se acalma por ser muito sensível ao toque nos primeiros meses. No início ele ainda não tem condições de focar objetos ou pessoas que estão muito próximos, mas já é capaz de identificar a voz da mamãe e reagir a ela. Até mesmo o cheiro e as batidas do coração da mãe o bebê pode reconhecer. Os pediatras garantem que tocar e olhar diretamente nos olhos do bebê estimulam as conexões cerebrais fundamentais para a evolução e o desenvolvimento dele.

Intensifique bastante o contato com a criança nos primeiros três meses. Aconchegue-o bastante no peito, toque-o, estimule o contato visual entre vocês dois. Vale cantar, conversar, mostrar a janela e a natureza. No início qualquer chorinho é motivo de apreensão. E eles choram por tudo. Frio, calor, fome, solidão, fraldinha molhada. Mas com o passar do tempo, a nova mamãe consegue interpretar cada sinal do filhote. Todo dia é uma novidade e sempre há algo novo a ser aprendido. O importante é não se desesperar. Não se envergonhe de pedir ajuda a algum familiar ou amiga mais próxima nestes primeiros dias. A criança percebe quando a mãe está ansiosa e o resultado é um bebê igualmente nervoso. Os especialistas ressaltam a importância de a mãe ter um tempo só para ela e não ficar todas as horas apenas em função da criança. A recomendação é recomeçar a fazer suas atividades rotineiras, como ir ao salão, passear no shopping e aos poucos voltar à vida normal.

A amamentação é um ato de amor e procure tirar o maior proveito deste contato tão gostoso com seu filho. Dar de mamar faz muito bem para o corpo, mente e para as emoções, sempre tão sensíveis neste período.

Publicidade

As novidades não param de acontecer. Cada dia surge algo novo para alegria e diversão da família inteira. Ainda no primeiro mês quando posto em pé, o bebê levanta a perninha como se fosse dar um passo. Não se assuste, é apenas um reflexo que desaparece logo. Testar a força das mãos do baby também é motivo de orgulho para os pais. Experimente colocar um dedo nas mãozinhas deles para você sentir a força que ele tem. Parece incrível que um bebezinho tenha tanta força. E o sorriso? É um dos momentos mais aguardados pelos pais. Mas é preciso esperar que ele alcance os dois meses de vida para começar a sorrir voluntariamente. Já entre os dois e três meses eles descobrem as mãozinhas! É uma alegria vê-los mexendo com elas, na maior satisfação.

Não perca nenhum momento com seu bebê, mas não se esqueça de si mesma!

Publicidade

Comente