Como lidar com chefes intolerantes e antiéticos

Aprenda as melhores práticas para lidar com chefes contaminam o ambiente de trabalho.

Ele não te respeita, eleva a voz com você, não se preocupa com o coletivo, não consegue, ou melhor, nem ao menos se preocupa em inspirar seus funcionários e ainda consegue sufocar talentos, essa é a descrição de um chefe intolerante, antiético e que contamina toda uma equipe e muitas vezes toda a empresa. Com tantos pontos negativos nos perguntamos como é que as empresas ainda toleram esse tipo de comportamento em seu ambiente de trabalho e a resposta é simples, essas pessoas geralmente entregam ótimos resultados em curto prazo e na maioria das vezes esses comportamentos não são notados por quem poderia tomar uma atitude em relação a eles, acabam ficando por baixo dos panos.

Publicidade

A boa notícia é que esse perfil vem mudando, hoje o comportamento já é um fator analisado durante uma seleção, ele faz parte da análise de desempenho tanto quanto os resultados alcançados pelo candidato, suas atitudes e a maneira como lida com as pessoas são fatores fundamentais a ser considerados no momento de uma promoção. As empresas estão percebendo que, no longo prazo, chefes com este perfil acabam gerando destruição. Mas e quando não temos opção e já trabalhamos abaixo de um chefe com essas características? O que fazer para lidar com chefes intolerantes, antiéticos e contaminadores?

Uma das principais recomendações dadas pelos principais gestores quando se percebe que a atitude de um chefe está prejudicando o seu desempenho é a comunicação.

Tenha uma conversa franca, baseada em fatos, não em impressões e cheia de tato, com o seu gestor. Embora seja uma atitude arriscada, o feedback ao gestor dá certo em diversos casos porque muitas vezes o chefe não percebe o quanto prejudica a própria equipe. Antes de tomar esta atitude avalie seus objetivos na empresa e veja se realmente vale a pena o risco, se for uma empresa pequena onde você não tenha para onde crescer, talvez uma conversa difícil e desgastante como essa não valha a pena. Se esta opção estiver totalmente fora de cogitação para você, é recomendável recorrer aos canais de denúncia anônima que diversas empresas mantêm para casos como estes. Estas denúncias são encaminhadas ao RH que tomará as providências para obter mais informações sobre a questão e tentar resolvê-la, se a empresa não possuir esses canais pode ser o caso de levar o problema diretamente ao RH da empresa. Se o RH da sua empresa não tem poderes para receber problemas desse tipo, você ainda pode tentar uma conversa com o chefe do seu chefe, mas cabe ressaltar que essa conversa pode ser ainda mais arriscada que falar diretamente com o seu chefe, cabe a você avaliar se a cultura da sua empresa aceita esse tipo de postura. Em ambientes mais formais, com diversas hierarquias é bem provável que uma atitude assim seja mal interpretada.

Publicidade

Se você já tentou tudo isso e não teve retorno, ou se a resposta não foi a que você esperava talvez o melhor a fazer seja tentar uma recolocação no mercado de trabalho, quando mais tempo permanecer abaixo de um chefe intolerante e antiético, maiores são as chances de você acabar viciado, inerte diante da situação e até acostumado com ela, prejudicando sua vida profissional. Mas se tomar essa decisão, que seja baseada em no seu desenvolvimento profissional e jamais fique se lamentando do chefe anterior no momento de uma recolocação.

Publicidade

Comente