Às vezes as pessoas se endividam ou esquecem de pagar alguma conta e quando veem já estão com o nome sujo no Serviço de Proteção ao Crédito ou no Serasa. Estas duas são entidades que cadastram os devedores, sendo verdadeiros bancos de dados.

Como limpar meu nome no mercado

A diferença entre eles é que o Serasa é mantido pelas instituições financeiras e o SPC é mantido por associações comerciais. Na maioria das vezes, se a pessoa é devedora estará nos dois cadastros. Para a pessoa saber como está sua situação ela deve ir até um balcão de uma destas duas instituições, há em todas as cidades. Levar seu CPF e carteira de identidade originais e assim poderá realizar a consulta.

Nesta pesquisa, você receberá uma fatura detalhada sobre todos os débitos existentes em seu nome como carnês, duplicatas, condomínios, cartões de crédito, mensalidades, financiamentos, prestações etc. Atenção, antes do nome do consumidor devedor ir para uma destas instituições ele deve ser notificado, conforme o Artigo 43 do Código de Defesa do Consumidor. Nesta notificação irá o nome do estabelecimento que pediu a inclusão de seu nome no registro.

Para limpar seu nome, ou seja, tirar o seu nome do cadastro é preciso procurar a empresa credora e fazer o pagamento de débito pendente. Procure uma maneira para que o pagamento dessa dívida se encaixe em seu orçamento, converse com a instituição credora. Após o pagamento, o estabelecimento comercial irá acessar o SPC e efetuar a baixa do registro naquele CPF. Isso deve ser feito em 5 dias úteis, conforme o Procon.

As pessoas que têm um o “nome sujo” não podem realizar compras a prazo, não poderão ser avalistas, além de não conseguir financiamentos em bancos ou outras instituições financeiras.

Receba mais sobre "Como limpar meu nome no mercado" e outros artigos do Como Fazer Online no seu e-mail. É grátis!



Faça um Comentário