Como manter a política da boa vizinhança

Ter uma boa convivência com vizinhos começa por nós mesmos. Leia o texto abaixo e veja dicas de como manter a política da boa vizinhança.

Quem mora em condomínio sabe que nem sempre é fácil conviver com certos vizinhos. Todos nós temos diferenças, entretanto para manter a política da boa vizinhança é necessário seguir algumas regras (escritas ou não). Que tal dar o primeiro passo? Afinal, gentileza gera gentileza. Leia abaixo as dicas para você conviver com seus vizinhos numa boa:

Publicidade

– Cumprimente seus vizinhos, inclusive os funcionários. Não se esqueça de dar um sorriso para o porteiro e para o pessoal da limpeza. Isso mostrará que você reconhece e valoriza o trabalho deles;

– Quando um novo morador chegar, apresente-se. Colocar-se à disposição para ajudar em qualquer imprevisto deixa uma ótima impressão;

– Vizinhos chatos são inevitáveis. Tente ser educada na medida do possível. Quando a coisa ultrapassar os limites, evite contato;

Publicidade

– Ficar pedindo favores com frequência pode irritar seu vizinho. Se você tem esse péssimo costume, modere. Se houver algum vizinho que possui esse hábito, seja firme para que a situação não perca o controle;

– Festas no apê são, além de uma grande diversão, uma ótima fonte de… incomodação. Lembre-se: nada de barulho depois das dez horas da noite. Peça para seus amigos moderarem no tom das conversas e diminua o volume da música;

– Reformas também são capazes de criar atritos entre a vizinhança. Quebra-quebra em horários de descanso estouram com a paciência de qualquer um. Seja consciente.

Avise aos vizinhos que você irá fazer alguns reparos no apartamento e fará o possível para evitar desconforto com os ruídos da obra. Mesmo que haja algum barulho além do normal, esse simples gesto criará simpatia e os seus vizinhos certamente serão mais pacientes;

-Algo que causa muitos aborrecimentos entre os vizinhos é a coleta de lixo. Nada de pôr o lixo fora dos horários determinados. Obedeça as regras dos horários de coleta. Se ela for seletiva, separe tudo bem direitinho. Dê o exemplo!

– Crianças fazem barulho e quem tem filhos sabe o quanto é complicado controlar a gritaria. Leve-os para se divertirem no espaço reservado a eles. Lembre-se que você tem vizinhos idosos e as brincadeiras em alto volume podem incomodá-los;

– Circular com animais no prédio pode render atritos, pois nem todo mundo gosta de animais de estimação. O correto é usar as escadas ou elevador de serviço. E se o pet sujar o condomínio, seja educada e limpe imediatamente;

– O espaço reservado para estacionar o carro deve ser respeitado. Por isso, nada de pôr o veículo na vaga do outro. Só faça isso com autorização do dono da vaga.
Ser um bom vizinho não é tão difícil assim. A educação vem em primeiro lugar.

Publicidade

Comente