Como manter seu capital de giro

O capital de giro é o dinheiro usado para suprir e investir na empresa. Saiba como não perdê-lo.

O Brasil é um país empreendedor de natureza, mas muitas das novas empresas tendem a fechar as portas com um ano de funcionamento. Isso acontece pela má gestão que interfere no capital de giro. Se o capital não for mantido, a empresa não terá condições de se suprir, haverá um aumento nas dívidas e as vendas não irão conseguir resolver a situação. Por isso e outras, o melhor é se precaver. Lembrando que essas dicas são para ajudar a você separar vida profissional da pessoal.

Publicidade

Não misture pessoal com profissional

É tão comum os novos empreendedores retirar dinheiro do caixa para uso próprio que chegam a se acostumar. Mas isso deve parar aqui, agora! Primeiro porque você não sabe quanto vai ser seu faturamento no fim do mês, segundo porque a empresa está no começo e aqueles R$10,00 pode fazer falta na hora de pagar a conta de luz, por exemplo. Então faça um favor a si mesmo e aprenda a separar o pessoal do profissional. Imponha um salário a você e dependa dele no dia do pagamento.

Deposite todos os dias

Todo caixa precisa ter um valor mínimo para troco. No fim do dia, faça o fechamento de caixa – mesmo que tenha sido apenas você quem trabalhou nele – e separe o troco. O dinheiro restante deve ser depositado na saída, mesmo que seja pequeno. Isso irá evitar confusões na hora de ir para casa e acabar gastando o dinheiro.

Pague as contas antes

Todo dia é dia de pagar, mas evite esperar o dia de vencimento para a próxima fatura não aparecer com juros de atraso. Procure pagar na ordem de vencimento também, por exemplo: A conta de água está mais barata do que a de luz, no entanto a de luz vence dez dias antes, neste caso, prioridade para a de luz.

Publicidade

Ou seja, não vá com os olhos brilhando para as que estão com preço mais baixo, mas sim para as que estão prestes a vencer.

Crie uma agenda para pagamento de contas

Uma agenda é muito útil para quem vivi esquecendo datas. Anote dois dias antes do vencimento e no dia do vencimento para não correr riscos. Caso saiba e tenha um programa de agendamento de contas no computador, assim que ele apresentar o alerta trate de separar as contas e coloca-las na fila.

Não invista sem necessidade

Uma das principais fontes responsáveis pelo fechamento de novas empresas é o investimento desnecessário. Muitos empresários, por ver que estão vendendo bem, não fazem um plano de negócios para o investimento futuro, consequentemente, não sabe direito o que é realmente adequado e nem o que está nas condições da empresa. Criam dividas, contratam mais funcionários e pronto. Fim de capital.

A primeira coisa que você precisa analisar antes de pensar em investir é o seu capital. Precisa analisar, minuciosamente, o histórico da empresa, os lucros, os pagamentos futuros já existentes e se é realmente necessário fazer este investimento por agora. Depois de ter feito todo este levantamento onde as respostas apontaram para números positivos, é que se pensa em investir.

Não parcele compras

O seu negócio está no começo, parcelamentos só devem ser feitos se não houver outro jeito. Compre à vista, pois irá receber descontos e agrados. Compras à prazo geram juros e se atrasar… Mais juros. Pense nisso.

Conclusão

Manter o capital da empresa não é algo fácil. São muitas coisas para pagar e até se acostumar com o fato de que aquele dinheiro não é seu, mas da empresa, muito esforço será exigido. Mas se policie, se organize e mantenha-se sempre atento. Verá como tudo dará certo no final.

Publicidade

Comente