Como organizar um home office

Quem trabalha em casa – ou traz serviço para casa – precisa organizar um bom home Office, inclusive para aumentar o rendimento.

O espaço de trabalho é o ponto de partida para o sucesso de um empreendimento. Com a popularização da internet, muitas pessoas decidiram trabalhar em casa, eliminando problemas com trânsito, vestuário e refeições fora de casa. Mas é preciso organizar um home office, para compor um ambiente adequado para desenvolver suas atividades com qualidade, rapidez e eficiência.

Publicidade

A primeira providência é escolher o local do home office. O quartinho de empregada desocupado (ou transformando-se em um quarto de despejo) é a melhor escolha, mas nem todos podem dispor deste cômodo. É preciso avaliar se a sala seria um bom local, já que o movimento dos familiares ou a TV ligada podem prejudicar o rendimento.

Além disto, alguns prejuízos podem advir de uma bagunça na escrivaninha, como a perda de anotações preciosas, ou mesmo apenas a perda de tempo ao ter que se levantar para recuperar objetos “emprestados”, como canetas, réguas, etc.

Se a família é grande e a casa, pequena, resta reservar parte do quarto para instalar o home office. Talvez seja necessário ter de abrir mão de alguns móveis.

Publicidade

Portanto, todos os que dividem o dormitório precisam negociar com seus room mates. Escolha um local arejado, iluminado e sem distrações vindas da rua ou do corredor íntimo. Coloque um anteparo que ajude a compor o espaço (pode ser uma estante); se o home office ficou muito pequeno, é melhor que ela seja vazada.

Mas não espere que parentes e colegas de apartamento se tornem silenciosos. Cada um tem seu próprio ritmo e não é possível impor regras apenas para o seu bem estar. Crianças precisam brincar, as pessoas gostam de ouvir música e você não pode se tornar o “chato” da casa. Se não conseguir trabalhar com estes pequenos “abalos”, é melhor procurar outra ocupação.

A mobília

Em geral, o home office necessita apenas de uma escrivaninha, conexão com a internet, cadeira, estante e, em alguns casos, um gaveteiro. Um escritor que envie seus textos pela rede mundial pode começar apenas com uma poltrona confortável e um notebook.

Já um administrador financeiro, além de estar atento aos indicadores econômicos e aos rendimentos dos diversos investimentos bancários, precisa de uma linha telefônica (de preferência específica para o negócio) e um local para arquivar os dados dos clientes. Tudo isto pode estar em um banco de dados eletrônicos, mas é conveniente manter as transações impressas e catalogadas.

Um profissional autônomo (investidor, corretor de seguros e imóveis, etc.) pode trabalhar sozinho, mas não deve perder de vista a possibilidade de o negócio crescer e demandar um sócio ou a contratação de pessoal. Provavelmente, em um primeiro momento, os custos com o aluguel de um escritório podem impedir a expansão e, assim, o home office ganha sobrevida. Mas, nestes casos, o ideal é alugar ao menos uma sala ou a garagem do vizinho.

Não se esqueça de tornar o ambiente agradável. Pode ser um vaso de planta, um quadro, etc. Se as condições permitirem, adquira um conjunto de escritório – com grampeador, porta-clipes, etc. – nas cores de sua preferência e equipe sua mesa de trabalho. Podem ter pouca ou nenhuma utilidade, mas tornam o home office mais convidativo e personalizado.

Aspectos ergonômicos

Seja como for, não é possível descuidar-se da ergonomia. Uma cadeira inadequada pode provocar desconforto, dores nas costas e, no médio prazo, até problemas ortopédicos. A cadeira ideal mantém ângulos retos nas pernas e braços, com pés firmemente apoiados no chão.

A altura da tela pode comprometer a visão (o meio da tela deve ficar à altura dos olhos) e quem pretende passar o dia todo à frente do monitor deve adquirir óculos com proteção contra raios ultravioleta.

Teclado e mouse pad precisam ter apoio para os punhos, para prevenir lesões por esforço repetitivo (LER) e tendinites. As mãos e antebraços devem ficar em sentido horizontal em relação ao teclado.

O computador

É preciso que o computador de trabalho seja individual, ou seja, ninguém mais pode mexer nele, nem em seus periféricos, como impressora ou scanner. Mesmo que, na maior parte do tempo, o trabalho seja enviado por e-mail para os clientes, sempre é possível que algum material tenha que ser impresso e entregue pessoalmente, especialmente nos contatos com novos clientes e não seria nada bom descobrir que os cartuchos de impressão estão vazios, ou que alguém pilotou o scanner e “sofreu um acidente” com ele.

A organização diária

Quem trabalha em casa – por conta própria ou para uma empresa – tem a facilidade de montar os próprios horários, mas muitas pessoas cometem erros nesta hora: ficam muito tempo na cama e acabam perdendo prazos, ou prolongam indefinidamente a jornada diária.

Mantenha o ambiente sempre limpo e organizado. Além de incentivá-lo para o trabalho, esta providência também previne contra eventuais acidentes – como furar o dedo com um grampo escondido sobre folhas de papel, o que, no mínimo, tomará alguns minutos de trabalho precioso.

Publicidade

Comente