Como os pais devem lidar com o bullying escolar

Saiba o que fazer quando seu filho é vítima de bullying na escola.

Muitos gostariam de evitar, mas chega um certo momento na vida de seu filho onde você precisa lidar com o bullying que acontece no ambiente escolar. Mas como lidar com isso? Essa é a grande questão, visto que muitos pais não sabem como agir e nem mesmo se é necessário que eles tomem alguma atitude. Os métodos para lidar com isso variam muito com cada tipo de situação.

Publicidade

Faça com que todos saibam o que acontece

O primeiro passo é certificar-se que todos na escola saibam deste problema, seja o funcionário da limpeza, professores, diretores, enfim, todos devem saber que algo está ocorrendo com seu filho e que você já está atento para isso.

Converse com seu filho

Outro passo importante é o contato direto com seu filho. Os pais precisam conversar muito com seus filhos, de forma que os deixem muito confortáveis e confiantes a manter esse tipo de conversa com você. Como esse tipo de problema acontece sempre fora do ambiente da sua casa, é difícil você conseguir controlar ou até mesmo descobrir que algo de errado está acontecendo.

Muitas vezes as vítimas se sentem culpadas e é papel do pai mostrar quem é o verdadeiro culpado e que nada disso que está acontecendo é por algo que o seu filho tenha feito. As crianças precisam saber que o bullying é um problema muito grave e que os pais estão dispostos a ajudar. Isso fará com que elas se sintam menos sozinhas e isoladas.

Publicidade

Outro método eficiente é falar de suas experiências ou de coisas que aconteceram com conhecidos de vocês e as formas que eles utilizaram para resolver esse problema.

Outra dica é falar com os pais do agressor, sempre em um tom que não seja acusatório e de preferência em um ambiente neutro como a própria escola e se possível, com a presença dos professores que já devem estar a par do que está ocorrendo.

A responsabilidade da escola

É obrigação da escola tomar atitudes para resolver esse tipo de problema, afinal, quando você deixa seu filho lá, é papel deles cuidar não só da educação dele, mas de sua segurança também. Porém, se a escola não está fazendo nada para resolver isso, você pode inclusive acionar judicialmente ela, para que tome uma medida o mais rápido possível.

Não importa se esta medida acarrete na expulsão do agressor, em seu tratamento ou até mesmo demissão de professores e diretores. Só o que importa nesse caso é o bem-estar de seu filho.

Publicidade

Comente