Como passar roupa de acordo com o tipo de tecido

Saiba quais tecidos requerem o uso do ferro

Já foi um tempo no qual passar roupa era uma atividade exclusiva das donas de casa que precisavam desamarrotar os trajes das crianças e dos maridos para que pudessem estar impecáveis na escola e no ambiente de trabalho. Com a entrada das mulheres no mercado de trabalho e a igualdade entre os sexos, até mesmo os homens precisaram pegar no ferro para poder dar conta das atividades domésticas e viverem sozinhos.

Publicidade

Passar roupa é uma atividade que nem sempre é prazerosa, mas que é necessária. Em primeiro lugar, pela saúde, já que o fato de muitos varais serem externos fazem com que insetos passem sobre as roupas e sobre o varal, podendo causar “cobreiro”, um tipo de irritação na pele, que causa incômodos como carocinhos, borbulhas e coceiras que podem espalhar pela pele. Outro motivo para passar roupa é, obviamente, a estética: desamassar as roupas que saíram da máquina de lavar.

Há tecidos que dispensam o ferro. São aqueles que têm fibras de elastano, como as leggings e o suplex, e os tecidos sintéticos, como o náilon, rayon, etc., que podem ser queimados com o uso da alta temperatura do ferro de passar.

Algumas fazendas de trama delicada e leve, como a seda, precisam ser passadas, mas a temperatura do ferro deve ser o mais branda possível. Dessa forma, se tiver uma roupa deste tipo de tecido, comece a passar por ela antes de dar sequência na pilha de roupas, já que é mais fácil aquecer o ferro aos poucos do que resfria-lo a tempo de passar a peça, evitando que ela se queime. Se ficar na dúvida sobre a temperatura, experimente passar o ferro levemente em uma parte interna da roupa, preferencialmente que fique escondidinha, como nas dobras, para descobrir se está ideal ou quente demais.

Publicidade

Algodão é um tecido mais chatinho, que requer temperatura mais alta para desamarrotar. Se ao passar o ferro a peça demorar para desamassar, experimente borrifar um pouco de água enquanto aplica o eletrodoméstico, pois alguns tecidos desamassam mais facilmente quando trabalhados sobre o vapor.

Peças de lã não devem ser passadas, pois o material tende a lacear diante do calor. Todavia, alguns tipos de lã, como aqueles usados para fazer calças e blazers (trench-coats) podem ser passadas em temperatura média, desde que a peça ainda esteja totalmente molhada. Sim, é preciso retirar a peça da máquina de lavar e levar direto para a tábua para aplicar o ferro.

Roupas de veludo devem ser passadas pelo avesso e com o tecido ainda úmido para assentar as fibras e evitar o brilho. Camisetas com apliques emborrachados também devem ser passadas pelo avesso.

A maioria das roupas traz na etiqueta a informação sobre qual a temperatura ideal do ferro para desamassá-la. Caso não encontre este tipo de informação, previna-se e prefira ir trabalhando com o ferro morno, no avesso da peça, para ver como ela se comporta, se não queima ou gruda no eletrodoméstico e, gradualmente, aumente a temperatura para ver qual o nível ideal para tirar o amarrotado daquele traje.

Publicidade

Comente