Como planejar uma palestra

Muitas pessoas acreditam que é a coisa mais fácil do mundo, mas como qualquer projeto que se preze, requer um bom planejamento e estrutura.

As palestras são, de certo modo, miniaulas com o diferencial de que a maioria das pessoas está ali de livre e espontânea vontade, a fim de saber mais sobre sua área e conhecer novas pessoas do mesmo ramo. O principal desafio do palestrante, no entanto, é falar sobre um assunto que quase todos conhecem de maneira inovadora, com grandes diferenciais, com uma boa gesticulação e convencê-los de que eles não sabem de nada! Só então, após ter prendido a atenção que precisava, ele trás o conhecimento que todos ali estão atrás. Mas para chegar neste nível de persuasão, é necessário um planejamento básico que irá gerar um complexo de acordo com suas necessidades.

Publicidade

Filtre seu conhecimento

Por mais que você seja o detentor do conhecimento naquela área, nem toda a sua sabedoria é interessante para todos os ouvintes. Neste caso pegue caneta e papel e escreva roteiros por níveis, de forma que cada palestra tenha seu roteiro. Por exemplo, se você for expert em publicidade e irá dar uma palestra para estudantes de publicidade do Módulo I e outra para o Módulo IV, o roteiro seria o mesmo? No primeiro caso, um mais simples e fácil de entender para quem está começando, mas tão motivador quanto seria para quem já está no ramo. No segundo caso, mais avançado com termos técnicos e etc., mas tão motivador quanto o primeiro e assim por diante.

Roteiro

Ele deve ser claro, sucinto e curto, de forma que você o use apenas para se lembrar do que aquele público precisa ouvir. Como é o começo do planejamento e ele pode ser usado para apresentar o seu projeto, crie tópicos e detalhe-os sem muitas delongas. Você pode começar criando os tópicos conforme for se lembrando e detalhando depois, mas se já tiver sua apresentação pronta, apenas os tópicos e sub tópicos são suficientes.

Equipamentos

Faz parte do planejamento saber que tipo de aparelhagem você irá precisar. Geralmente usa-se um Datashow, um notebook ou computador e um microfone. Faça um levantamento dos equipamentos que precisa usar durante a palestra, caso não tenha nenhum destes, questione se as localidades onde serão ministradas possuem e se podem disponibilizar. Depois deste levantamento pronto…

Publicidade

Crie um plano B

A gente nunca sabe se os equipamentos vão funcionar corretamente, se o roteiro vai ser seguido ao pé da letra, se o local da palestra possui disponibilidade de ceder os equipamentos… Neste caso o melhor é se prevenir. Tenha alguém que possa te disponibilizar o material extra, arranje um notebook para estar sempre com você e com o carregador do lado, se não tiver microfone (ou o que tem fica dando microfonia demais) prepare sua garganta para falar alto o suficiente… Em resumo, esteja preparado para o caso do planejamento não der certo.

Crie a apresentação

Agora você pode digitar sua apresentação. Coloque nela o roteiro detalhado e sucinto que você planejou, o material de que precisa utilizar e o espaço que precisa tal como uma sala de aula ou auditória, por exemplo. Contato, portfólio virtual e use uma linguagem formal, mesmo que durante a palestra você seja descontraído. A formatação precisa levar uma letra sem muitos enfeites como Arial, Calibri e Tahoma.

Conclusão

Este é o básico do básico de um planejamento para palestrantes. É a partir daqui que surgem as necessidades de acrescentar uma informação extra, uma situação, uma exigência e algumas observações.

Vale lembrar também que o fato de você ter seu planejamento impecável, uma apresentação incrível e um currículo de peso, não quer dizer que irá conseguir se tornar palestrante na primeira tentativa. Como qualquer seguimento, requer trabalho, esforço e paciência.

Publicidade

Comente