Como praticar o desapego

No decorrer de nossas vidas, carregamos muitas coisas nos ombros. Rancores, dissabores, tristezas, amores mal correspondidos. Isso nos deixa sem energia e desanimados para enfrentar todos os desafios que temos pela frente.

Publicidade

Você já parou para pensar também nos entulhos que você guarda dentro de casa e que não possuem serventia nenhuma? Livros velhos, roupas que não nos servem mais, móveis sem uso atirados em um cômodo. Por que não renovar? Por que não renovar a si mesmo?

Comece pelas coisas materiais. Aquele casaco que você não usa há uns dois anos certamente não precisará mais. Faça uma doação. Há tantas instituições de caridade que precisam de um carinho. Tire todos aqueles objetos que estão atrapalhando a circulação na sua casa e jogue fora. Isso mesmo! Jogue fora. Livre-se da energia negativa do passado. Providencie uma nova decoração, pinte as paredes com cores relaxantes ou vibrantes, conforme o cômodo, e enfeite sua casa com flores.

Feito isso, chegou a hora de sacudir a poeira. Se você ainda sente que sua alma está pesada, dê um fim às mágoas que você traz no seu coração. Pense bem. De que adiantou você guardar rancores de pessoas que lhe fizeram mal? Essa energia pesada que você acalenta no peito não o atinge sozinho. Tudo isso também afeta as pessoas que vivem ao seu redor. Seu organismo fica doente. Dores de cabeça, de estômago, gripes que não curam. A tristeza abala as estruturas das pessoas e as deixam debilitadas. As doenças da alma atingem o físico. A melancolia pode se transformar rapidamente em uma depressão.

Publicidade

Desapegue-se. O mundo muda constantemente. Mude você também. Quando você começar a se livrar de tudo o que lhe faz mal, sua vida ficará mais simples e as coisas boas não tardarão a acontecer. Cultive pensamentos bons, perdoe quem lhe fez mal. Perdoe-se. Você também necessita do seu próprio perdão. Faça com que sua vida seja o mais leve possível de ser vivida. Deixe tudo o que for ruim em algum lugar do passado.

Viva mais! Ame mais!

Publicidade

Comente