O chimarrão é uma bebida típica da região sul do nosso continente. No Brasil, é consumido principalmente no Sul, especialmente no Rio Grande do Sul – onde costuma ser chamado também de “mate”, herança dos povos de língua espanhola que também têm o hábito de consumir a bebida.

Como preparar o chimarrão

Herdamos o hábito de beber chimarrão das culturas indígenas. São vários os benefícios advindos da erva-mate, planta que serve de base para o mate e que possui vários nutrientes. No Rio Grande do Sul, é comum o consumo de chimarrão após a ingestão de carne, devido às propriedades digestivas da bebida. No entanto, toma-se mate a qualquer hora do dia. É uma questão de hábito: há os que preferem pela manhã, à tarde, no fim da tarde, sozinho ou em companhia. É comum receber visitas e oferecer uma cuia, em sinal de hospitalidade.

Aqui vão algumas dicas de como preparar um bom mate, seja você gaúcho ou não.

A cuia

Como preparar o chimarrão

O chimarrão é tomado em uma cuia – um pedaço de porongo cortado de modo a tornar-se uma vasilha. Ela pode ser ornada com metais como ouro ou prata, ou mais simples. Os preços variam muito – pode-se encontrar bons modelos por R$ 2 até os mais sofisticados, que podem passar dos R$ 100.

A bomba

Como preparar o chimarrão

A bomba é o “canudo” pelo qual se sorve a água do chimarrão, feita quase sempre de metal.

A erva

Como preparar o chimarrão

Existem ervas de variados preços. As do tipo “pura folha” não são moídas, o que deixa o mate mais amargo. As mais recomendáveis para quem quer começar a experimentar a bebida são as moídas grossas, que costumam ser mais suaves. Algumas são defumadas, o que dá ao mate um sabor ainda mais especial.

O preparo

Há diversos modos de se preparar o chimarrão. Ensinaremos apenas um dos tantos que existem.
Coloque água em uma chaleira. Acenda o fogo e espera a mesma “chiar” – em torno de 70ºC a 80ºC. Nunca deixe a água ferver, pois isso queima a erva e deixa o gosto da bebida insuportavelmente amargo.

Como preparar o chimarrão

Enquanto a água esquenta, prepare a cuia. Ela deve ser cheia com erva-mate, de modo que 2/3 dela fiquem ocupados. Assim que cheia, acomode a erva em um dos cantos da cuia – pode-se usar auxílio de uma tampa, para não deixar que ela caia, ou mesmo com os dedos. Quem tem a prática, pega a cuia levemente inclinada para um dos lados e vai colocando erva nela, para automaticamente ela ir se firmando em um dos lados da cuia.

Quando você conseguir acomodar a erva em um dos lados da cuia, pegue um pouco da água da chaleira, incline a cuia deixando a parte que tem erva para baixo e encha o lado da cuia que está vazio com água morna. Assim, a erva se fixa melhor na cuia, que deve permanecer levemente inclinada com a metade que tem a erva embaixo da que tem água.

Assim que chiar a chaleira, desligue o fogo. Você pode colocá-la em uma garrafa térmica ou deixá-la na própria chaleira. Se ainda houver água no fundo da cuia, jogue-a fora – segure a erva para que ela não caia, claro. Depois, firme a bomba dentro do buraco da cuia, tapando-a com o polegar em sua extremidade superior. Jamais coloque a bomba se a cuia estiver com água, pois isso a entope, impedindo que o mate seja sorvido.

Caso você comece a beber o chimarrão e sentir que a bomba está entupida, jogue fora a água que está na cuia e recoloque a bomba. Não é necessário refazer todo o processo.

Receba mais sobre "Como preparar o chimarrão" e outros artigos do Como Fazer Online no seu e-mail. É grátis!



Um Comentário



Faça um Comentário