Aprenda receitas do salmão

Um dos peixes mais populares na gastronomia, o salmão é nutritivo e traz diversos benefícios à saúde. Rico em ácidos graxos ômegas 3 e 6, este peixe de água gelada tem gorduras que fazem bem ao cérebro e ao coração, órgãos vitais do nosso organismo, e ainda colabora com a boa manutenção da saúde como um todo.

Como preparar salmão

Saboroso e com coloração peculiar, o salmão tem pouco cheiro ou sabor de peixe, sendo apreciado até mesmo por quem não costuma comer esse tipo de carne. Versátil, pode ser consumido cru, cozido, assado, frito, inteiro, em postas, filé, etc.

Para comprar o salmão inteiro, assim como qualquer peixe, é preciso atentar para a coloração de sua guelra, que deve ser bem vermelha, e seus olhos, que devem estar brilhantes. Sem estas condições, corre-se o risco de comprar um peixe estragado, o que faz bastante mal.

O peixe pode ser temperado com sal, pimenta-do-reino (pouca), vinho branco, limão, cebola, alho, alcaparras e até molho de frutas como maracujá e manga. Todavia, por ser um peixe de sabor agradável e peculiar, recomenda-se o uso de pouco tempero para que os sabores não briguem entre si.

Para ser consumido cru, como no sashimi, o peixe não deve ser temperado. O salmão deve ser cortado em filé, no sentido do comprimento, sem pele ou espinha, e em seguida cortam-se fatias retangulares do filé, com espessura média para poder dispor sobre os bolinhos de Gohan (arroz japonês) e servi-lo acompanhado de raiz forte, molho de soja e gergelim.

O salmão cru picadinho também pode ser ingrediente de recheio de temakis, um tipo de cone de algas com recheio de arroz, cream cheese e outros ingredientes, bastante popular na culinária japonesa.

Quem apreciar o salmão assado, poderá fazê-lo em envelope de papel alumínio ou em assadeira grande, com ou sem molho, segundo a preferência de cada um, lembrando que o molho ajuda a não deixar a carne ressecada. Também se pode fritar o peixe em um fio de azeite, acrescentando ervas como alecrim, cheiro-verde, etc., servindo em seguida com legumes (em especial brócolis), molho de soja ou algum molho agridoce de frutas como manga e maracujá.

As sobras do salmão também podem ser aproveitadas para as mais variadas receitas, como ensopados, recheios de tortas e panqueca, ingrediente de bolinhos, risotos ou mesmo como complemento de molhos para acompanhamento de massas.

O filé de salmão cru pode ser congelado por até dez meses, estando ainda apto para o consumo da forma que o gourmet preferir.

Receba mais sobre "Como preparar salmão" e outros artigos do Como Fazer Online no seu e-mail. É grátis!



Faça um Comentário