Como prevenir a osteoporose

A osteoporose é uma doença silenciosa e que também pode afetar mulheres entre 20 a 40 anos. Apesar de os homens também correrem o risco de adquirir a doença, as grandes atingidas são mesmo as mulheres. Os motivos que podem levar a alguém a ter osteoporose, um mal que afeta os ossos, são predisposição genética e carência de cálcio e vitamina D no organismo. A prevenção deve começar cedo, preferencialmente lá pelos vinte anos. Veja como se cuidar:

Publicidade

– Consuma cálcio: para as pessoas adultas, o ideal é consumir 1.000 mg de cálcio por dia ou quatro copos de 250 ml de leite. Como muitos torcem o nariz para ele, substitua por iogurte ou uma fatia grossa de queijo, vegetais verde-escuros e consuma com muita frequência peixe, fígado, cogumelo e gema de ovo;

– Como foi mencionado anteriormente, a osteoporose não emite sinais. O recomendado é fazer um exame para diagnosticá-la, chamado densitometria óssea. É recomendado que todas as mulheres o realizem depois da menopausa, de dois em dois anos. O ideal, no entanto, é começar a investigar a partir dos vinte;

– Quem pratica atividades físicas pode reduzir o risco de fratura devido à perda de massa óssea. Os exercícios mais recomendados para aumentar a massa óssea e muscular são os exercícios aeróbicos (caminhar, dançar), de resistência (pesos livres, aparelhos com peso e faixas elásticas), de equilíbrio (yoga) e pedalar (ergométricas ou as tradicionais).

Publicidade

– O feijão rosinha é uma excelente opção. Uma concha e meia possui 10% do cálcio necessário. A soja é outro alimento fundamental. As bebidas chegam a fornecer cerca de 40 mg de cálcio por copo. O sabor pode não ser muito atraente, mas experimente!

– Quem gosta de sardinha talvez não saiba que este peixe simplesmente oferece metade da necessidade diária que o organismo precisa diariamente em apenas quatro unidades.

Não dê chance para a osteoporose. Previna-se!

Publicidade

Comente