Como prevenir incêndios em casa

Os incêndios domésticos podem ser evitados se ficarmos atentos à medidas simples de segurança dentro de casa.

Todo o Brasil ficou chocado com a tragédia ocorrida em Santa Maria, no Rio Grande do Sul, onde uma boate pegou fogo enquanto acontecia um show. Tudo indica que o fogo foi causado por causa de um sinalizador usando durante a apresentação. Muitas pessoas acabaram morrendo asfixiadas pela fumaça, pois não conseguiram sair do estabelecimento. Houve pelo menos 233 mortes, e 106 pessoas ficaram feridas.

Publicidade

Esse fato nos faz pensar em como podemos nos proteger de incêndios em ambientes fechados, especialmente em nossa própria casa. Algumas medidas de proteção são sempre válidas para garantir a sua segurança e de sua família. Abaixo você pode conferir algumas delas.

A primeira dica vai para casas que tenham pessoas fumantes. Dentro de nossas casas há muitos objetos que pegam fogo com facilidade, como colchão, tapetes, cortinas, móveis de madeira… praticamente tudo. O ideal é que o fumante esteja sempre atento ao acender e apagar um cigarro. Se utilizar um fósforo, certifique-se de que ele realmente está apagado antes de jogá-lo fora, para garantir, apague-o debaixo d’água. Tome cuidado também quando usar um isqueiro para não esbarrar em nada que possa pegar fogo enquanto o isqueiro estiver com a chama ligada. Apague o cigarro pressionando-o em um cinzeiro ou em um recipiente com um pouco de areia. Evite fumar próximo ao sofá (sentado ou deitado) e na cama, especialmente se você estiver sonolento. O cigarro, o fósforo ou isqueiro podem cair acessos no colchão, sofá ou tapete e iniciar um incêndio. E mantenha todos esses objetos (cigarros, isqueiros e fósforos fora do alcance de crianças).

Fios em contato direito com tapetes e cortinas também podem gerar incêndios, o ideal é não usar cortinas muito compridas próximas às tomadas ou fios de aparelhos, e nem deixar o tapete por cima disso tudo.

Publicidade

Um objeto com o qual muita gente se preocupa, por ser inflamável, é o botijão de gás. O ideal é que ele fique para fora da casa. O incêndio pode ser causado se vazar gás do botijão e esse gás entrar em contato com o ar ambiente. Por isso, recomenda-se que o registro do gás seja fechado, evitando vazamentos; se sentir cheiro de gás, o ideal é não produzir nenhuma corrente elétrica (ligar as luzes, por exemplo), pois isso pode gerar uma explosão.

Outros objetos da cozinha, como fogão e micro-ondas, também merecem atenção. Nunca deixe nada cozinhando no fogão e se ausente da cozinha, além do risco do fogo se espalhar de alguma forma, ainda há o risco de queimar o alimento ou mesmo de panelas (como as de pressão) explodirem. No micro-ondas, não ponha nenhum objeto que seja contraindicado, como isopor ou papel alumínio.

É importante também se lembrar de sempre desligar o ferro de passar roupas. Muitos incêndios domésticos são causados pois se esquece o ferro ligado, o que gera sobrecarga de energia que pode se transformar em fogo. O mesmo acontece quando há sobrecarga de energia em algum ponto da casa, então evite colocar vários aparelhos ligados numa mesma tomada, use estabilizadores para que a energia não se acumule.

Outra dica super válida é buscar sempre um profissional quando tiver qualquer problema com suas instalações elétricas, e, logicamente, contratar um eletricista confiável para planejar as fiações de sua casa de maneira correta e segura quando estiver construindo ou reformando sua moradia.

Publicidade

Comente