Como proteger as crianças durante as brincadeiras

Não deixe que os perigos estraguem as brincadeiras das suas crianças. Confira dicas de como protegê-las.

Crianças e brincadeiras tem tudo a ver. Mas qualquer descuido pode gerar um arranhão, ferimentos ou acidentes bem mais graves. Tanto na rua como em casa os cuidados são essenciais para que nenhuma brincadeira se transforme em motivo de preocupação ou alguma ida urgente ao pronto socorro. Abaixo confira as dicas de como proteger seus filhos enquanto eles se divertem.

Publicidade

RUA

Nas grandes cidades é bem complicado deixar as crianças brincarem na rua como costumávamos fazer no nosso tempo. Mesmo nas cidades pequenas ou em condomínios devemos ficar atentos a pequenas armadilhas. Carros estão por todos os lados, então muito cuidado ao brincar na rua. Quem for andar de skate e bicicleta deve usar equipamentos de proteção como joelheiras, capacete e cotoveleiras. Convém lembrar que atropelamentos envolvendo bike e skates também são comuns. Se a brincadeira for empinar pipas, diga aos seus filhos para se afastarem dos fios de alta tensão.

NO MEIO DO MATO

Quer coisa mais gostosa que brincar no meio da natureza? Porém quem não está acostumado pode realmente se machucar. Subir em árvores, colher fruta do pé, tomar banho de chuva e cachoeira fascina até os adultos. Mas vale lembrar que lugares assim escondem perigos como picadas de cobras e insetos. Andar de pé descalço é gostoso e relaxante, contudo não é muito indicado. Espinhos e outros bichos podem estragar toda uma tarde de diversões. Quem for brincar nas cachoeiras deve tomar cuidado com as pedras escorregadias e com a força da água. Surgiu a oportunidade de passear a cavalo? Ótimo. Mas é preciso saber se o bicho é manso e é recomendado sempre ter um adulto por perto.

SEGURANÇA EM CASA

Não é somente na rua que as crianças correm riscos. Acidentes domésticos são frequentes, principalmente quando não há uma prevenção. Produtos químicos jamais devem ficar ao alcance dos pequenos. Providencie um lugar bem alto para guardá-los. Manter as crianças longe da cozinha é fundamental, principalmente enquanto alguém estiver com o fogão aceso. Facas e objetos cortantes também devem ficar fora do alcance. Coloque grades ou telas nas janelas para evitar quedas em brincadeiras mais ousadas.

Publicidade

ÁGUA

Brincar na piscina ou nas ondas do mar é a maior diversão. Mas sem um adulto por perto nem pensar. Para os maiores avise para irem somente até onde dá pé. Na praia oriente-os a se manterem longe dos jet skis e barcos. E quando as ondas estiverem fortes, nem no raso é seguro. Afogamentos são a segunda maior causa de mortes acidentais com crianças, portanto nem pensar em facilitar.

O perigo está em qualquer lugar. Proteja suas crianças.

Publicidade

Comente