Como reciclar lixo

Você sabia que desde 2010 todos os municípios brasileiros devem fazer planejamento de coleta seletiva de lixo? Mas somente isso não adianta. O cidadão também precisa fazer a sua parte. Dê o exemplo e recicle seu lixo. Preserve o planeta e ajude as próximas gerações a viver em um lugar saudável e aprazível. Aprenda a reciclar com as dicas abaixo:

Publicidade

– Papel: mesmo sendo um material orgânico, não é possível reaproveitar todos. A caixa de papelão da pizza é um exemplo. A parte de baixo fica manchada de gordura e tem que ser descartada. A cera que existe por cima do papel-manteiga também impossibilita que ele seja aproveitado;

– Vidro: é um material que, segundo pesquisas, pode levar no mínimo 4 mil anos para se decompor. A saída é reaproveitar potes e garrafas. Espelhos não podem ser reciclados. Antes de colocar pedaços de vidro fora enrole em um pedaço de jornal. Cuidado especial merecem as lâmpadas fluorescentes. Elas liberam materiais tóxicos quando quebram, por isso todo cuidado é pouco. Mas caso isso ocorra, procure se afastar do local por uns quinze minutos. Recolha os cacos da lâmpada usando luvas e avental, evitando assim qualquer contato. Coloque tudo em um saco plástico e os pequenos pedaços que sobraram cate com papel umedecido e o ponha dentro de um saco plástico, fechando-o bem. Esse material deve ser depositado dentro de um segundo saco plástico, lacrado. Todas essas recomendações são para evitar que o mercúrio da lâmpada não evapore. Após finalizar, lave muito bem as mãos com água da torneira e sabão;

– Metal: lave bem o material antes de ser reciclado para evitar insetos e sujeira. Por isso as latinhas de cerveja e refrigerante já devem estar limpas antes de irem para a reciclagem. A folha de papel-alumínio pode ser reciclada facilmente, bem como o marmitex. Mas não esqueça: limpe-o bem;

Publicidade

– Plástico: nem todo tipo de plástico pode ser aproveitado. O rótulo de plástico laminado das garrafas pet vai pro descarte. Outros materiais rejeitados são as embalagens de salgadinhos, biscoitos e picolé;

– Baterias: o mais indicado é que você deposite sua bateria velha em postos de coleta oferecidos pelas operadoras de celular, supermercados e outros. O risco de você misturar a bateria com o lixo comum deve-se ao material de que elas são feitas. A composição das baterias é de metais pesados e se esses se infiltrarem no solo, podem contaminar as plantas e, por consequências, as pessoas.

Reciclar não é difícil. Incorpore esse hábito a sua rotina.

Publicidade

Comente