Como recuperar a pele dos excessos de verão

Os excessos do verão – Sol, mar e piscina – danificam a pele. Confira dicas para recuperá-la.

No verão, passamos mais tempo expostos ao ar livre. As altas temperaturas são um convite para os parques, praias e clubes. São atividades excelentes, mas geralmente cometemos excessos, não prestamos muita atenção ao uso do protetor solar e é preciso correr para salvar o prejuízo e recuperar a pele.

Publicidade

O cloro utilizado para tratar a água de piscinas, o sal do mar e os longos períodos de exposição ao Sol prejudicam a hidratação da pele. Banhos de Sol muito longos vão causar, no mínimo, envelhecimento precoce, além de insolação, vermelhidão – o famoso look camarão – e até problemas mais sérios como o câncer de pele. Ao contrário do que muitos pensam, o protetor não impede o bronzeamento e até permite uma cor mais uniforme, além de reduzir a descamação.

A negligência custa caro. Em alguns dias, surgem manchas brancas, a pele fica ressecada e começa a descascar. Uma nova exposição, nestes casos, vai provocar o surgimento de sardas. Pele seca não combina com água quente. Os banhos devem ser rápidos (no máximo, dez minutos) e mornos, já que a temperatura elevada também reduz a umidade natural, o chamado manto hidrolipídico. A escolha do sabonete é importante: deve-se dar preferência aos neutros, hidratantes ou indicados para bebês.

Os hidratantes e óleos podem ser aplicados antes do banho, se a pele não for oleosa, nem estiver muito danificada. Não é preciso esfregar todo o corpo: basta lavar axilas, virilhas, mãos e pés. Esponjas macias são ideais para manter a proteção natural. Os neutros são os melhores: produtos muito perfumados são formulados com mais substâncias químicas, que podem agredir cabelos, unhas e pele. No rosto, o produto precisa ser ainda mais leve: usar cremes e géis muito espessos ajudarão a obstruir os poros, propiciando o surgimento de cravos e espinhas.

Publicidade

É importante lembrar que a melhor hidratação é interna. Portanto, especialmente no verão, é preciso tomar muitos líquidos: água, isotônicos e água de coco são as melhores opções: as duas últimas ajudam a repor os sais minerais perdidos com a transpiração. É preciso evitar ou reduzir o consumo de bebidas alcoólicas, porque elas causam desidratação.

Quem abusou e queimou demais a pele deve tomar banhos frios e aplicar géis para reduzir a ardência. Pele muito avermelhada é sinal certo de que vai descascar em poucos dias. O ideal é massagear a pele danificada durante o banho, usar um esfoliante leve e esperar a natureza seguir seu curso. Mas é preciso resistir à tentação de utilizar o chuveiro várias vezes ao dia, o que provoca ressecamento e aumenta a sensação de desconforto.

Os cabelos devem ser lavados com xampu e condicionador, de acordo com o tipo (alguns cabelos dispensam o condicionador, enquanto outros exigem um produto leave-in, que não deve ser enxaguado). Para protegê-los, é preciso usar chapéus e bonés. A hidratação pode ser feita a cada 15 dias, se os fios estiverem saudáveis.

Os lábios merecem muita atenção. São uma região sensível, exposta a cânceres de pele, como qualquer outra área da pele. No entanto, o uso do protetor solar labial é ainda mais ignorado. É um produto simples, aplicado da mesma forma que um batom. Para lábios já detonados, dermatologistas indicam produtos a base de óleo mineral, os mais comuns no Brasil. No entanto, é preciso reaplicá-los constantemente, porque a proteção é provisória. Se houver disponibilidade, os produtos a base de cera mineral são mais eficazes.

Se houver rachaduras, podem-se usar pomadas como Bepantol, em camadas finas. Problemas mais graves devem ser avaliados por um especialista.

Os olhos precisam ser protegidos por óculos escuros, preferencialmente com proteção anti-UV. Os acessórios “genéricos” encontrados em bancas irregulares de camelô, são inadequados e podem gerar sérios problemas oftalmológicos. Para dar um descanso e melhorar a aparência, podem-se aplicar compressas de soro fisiológico, sempre depois de o rosto ter sido lavado.

As mulheres precisam tomar cuidados com a maquiagem. Antes de aplicar os cosméticos, é preciso um “ritual” que envolve limpeza, tonificação e hidratação do rosto e pescoço. Para retirá-la, existem bons demaquiadores disponíveis no mercado, que devem ser retirados com água fria em abundância. Dormir maquiada é um pedido para a pele desenvolver acne.

Por fim, é preciso aproveitar as outras estações do ano para recuperar ou manter a saúde da pele, cabelos e unhas. Tratamentos antifadiga e antienvelhecimento, aliados a uma boa alimentação, ajudam a garantir a boa aparência para o próximo verão. Massagens no rosto e no corpo ajudam a relaxar e desestressar. Por fim, o uso do protetor solar é indicado mesmo para os dias nublados: se há luminosidade, há emissão dos prejudiciais raios ultravioleta.

Publicidade

Comente