Como saber a hora certa de pedir demissão

Quando levantar de manhã para ir ao trabalho é motivo de insatisfação e angústia, significa que está na hora de mudar alguma coisa. Se esse for seu caso, leia o texto a seguir e descubra como saber a hora certa de pedir demissão.

Os sinais podem vir dos dois lados. O colaborador começa, aos poucos, mostrar insatisfação com os rumos da sua carreira, fazendo cara feia ou corpo mole para realizar as atividades diárias. A empresa, atenta aos sinais emitidos, faz reuniões e cobranças para chamar a atenção do colaborador.

Publicidade

O recomendado é pedir demissão quando já se tem outro emprego garantido, com salário maior, mais vantagens, novos desafios e possibilidades de crescimento. Se no seu emprego atual você não encontra isso, a dica é começar a procurar algo que lhe dê mais satisfação.

Não está fácil mudar de emprego. As oportunidades estão aí, mas a concorrência é grande. Antes de pedir demissão, recicle-se. Procure fazer cursos de aperfeiçoamento na sua área e ampliar a rede de contatos. Simplesmente demitir-se e aguardar em casa um emprego aparecer é a pior opção. Abaixo veja qual a hora certa de pedir demissão e o momento de você partir para rumos diferentes:

Angústia

Ficar abatido ou melancólico somente em pensar em ir ao escritório já é um motivo para procurar um lugar diferente para trabalhar. Mas primeiro analise bem o momento. A situação que você está vivendo pode ser pontual. Veja bem se alguns ajustes não serão capazes de resolver o caso antes de você partir para algo mais radical.

Publicidade

Relacionamento

Manter um bom relacionamento com as pessoas que você passa a maior parte do tempo é importante para o trabalho sair bem feito. Porém, quando o desgaste com o chefe e colegas chega a um nível considerável, alguma coisa está errada. Avalie seu comportamento. Uma situação de estresse pode fazer com que você se isole dos demais, mas depois de superada a fase, tudo deve voltar ao normal.

Promoções

A sobrecarga de atividades e responsabilidades é bem-vinda quando há alguma espécie de compensação. Se isso não acontece, é normal que o colaborador se sinta frustrado. A sugestão é aguardar por um tempo e tentar reverter a situação. Uma boa conversa com o chefe para esclarecer os fatos também é importante. Mas se ele sinalizar que tudo continuará como está, ative seus contatos para conseguir nova colocação no mercado.

Satisfação

Para você a sensação permanente é que o ciclo fechou e que tudo o que tinha a fazer pela empresa já foi feito. Reflita bem se é isso mesmo. Converse com seu chefe, exponha sua situação. Um cargo novo pode ser proposto ou uma mudança de filial o oxigênio que você precisa. Caso você sinta que não há nada interessante a ser oferecido, a sua demissão será uma questão de tempo. Fazer as coisas intempestivamente em um momento de estresse e insatisfação não será nada bom para sua carreira profissional. Decidindo-se pela saída, avise seu chefe de 10 a 30 dias antes para não prejudicar o andamento do serviço e para que suas referências sejam as melhores possíveis.

Publicidade

Comente