Como saber quais exames fazer regularmente

Não seja negligente com sua saúde. Fazer exames regularmente irá melhorar sua qualidade de vida.

Cuidar da saúde é uma obrigação para todos nós. Adiar exames que devem ser feitos regularmente pode custar caro mais tarde. Se você é daquelas pessoas que fogem de consultas médicas, está na hora de rever seus conceitos. Programe-se. Verifique quais exames você deve fazer regularmente:

Publicidade

– É indicado que você consulte um dentista de seis em seis meses. Além de prevenir cáries e conferir como andam as restaurações, muitas doenças são diagnosticadas em uma simples consulta odontológica;

– Saber como está a saúde óssea é muito importante e o exame que avalia como eles estão é chamado de densitometria óssea. A baixa quantidade de massa óssea é chamada de osteoporose. É uma doença que atinge principalmente as mulheres e se caracteriza por deixar os ossos mais frágeis. Uma queda que em pessoas normais traz pouca ou nenhuma conseqüência, em pessoas portadoras desse mal pode levar a fraturas gravíssimas;

– Não judie do seu coração. Consulte regularmente um cardiologista para saber como está sua saúde cardiovascular. Em um exame clínico, o médico irá verificar sua pressão arterial. Em seguida ele irá solicitar exames de laboratório, onde serão analisados os níveis de glicose, colesterol e os triglicerídeos. Doenças mais graves como arteriosclerose também podem ser identificadas. O teste ergométrico também é muito solicitado, mas a maioria das pessoas não tem muita simpatia por esse exame.

Publicidade

Ele é realizado durante corrida ou caminhada em uma esteira e serve para detectar doenças graves no coração. Como você viu, ele é importantíssimo e não dá para deixar para trás;

– Os exames ginecológicos merecem uma atenção especial de todas as mulheres e devem ser realizados regularmente, a partir da primeira relação sexual. Veja quais são eles:

Ecografia pélvica: o aparelho de ultrassom verifica como está o útero e os ovários da paciente. É por este exame que são identificados problemas como miomas, cistos, pólipos e outras alterações;

Papanicolau: deve ser feito anualmente e além de investigar infecções vaginais, é importantíssimo na prevenção do câncer de colo de útero e vagina;

Rastreamento infeccioso: é um exame de sangue que, como o seu nome já diz, identifica se a paciente é portadora de sífilis, hepatite, HIV, entre outras doenças;

Mamografia: o câncer de mama vem matando cada vez mais mulheres, portanto não vacile. Depois dos 35 anos faça uma mamografia a cada dois anos. Após os 40, anualmente. Quem possui histórico de câncer de mama na família, deve começar a prevenção ainda mais cedo. A boa notícia é que o SUS realiza o exame gratuitamente;

Colposcopia: é um exame que detecta possíveis lesões no colo do útero e vagina;

Citologia e microflora vaginais: o exame é capaz diagnosticar câncer antes mesmo de ele iniciar. Vale também para prevenção de tumores nos ovários, mamas, trompas e útero.

Seja responsável. Cuide-se e faça exames regularmente.

Publicidade

Comente