Como saber qual seu tipo de dor de cabeça

Descubra no texto abaixo qual o tipo de dor de cabeça que você sofre e faça o tratamento correto.

A maioria das pessoas já sentiu, pelo menos uma vez na vida, uma famigerada dor de cabeça. Nem sempre é enxaqueca como muitos acham. Quando alguém chega a um consultório queixando-se de dor de cabeça, o especialista fará exames para detectar se realmente é enxaqueca ou a cefaléia tensional crônica. Somente depois de descobrir qual o tipo é que será possível fazer um tratamento direcionado para acabar com as dores que atormentam a vida de muita gente.

Publicidade

O médico deve ser procurado quando a dor se tornar persistente e começar a atrapalhar a vida pessoal e profissional. Confira abaixo as diferenças entre cefaléia tensional crônica e enxaqueca:

CEFALEIA TENSIONAL CRÔNICA

– É a mais comum. Não tem origem genética e é causada por motivos simples como dormir mal à noite, excesso de bebida, fome. Ela ocorre quando os neurotransmissores cerebrais não estão funcionando adequadamente;

– A crise tem a duração de meia hora a 1 semana. Toda a cabeça dói, mas a intensidade da dor é de leve à média. Apesar de ser constante, não provoca enjoos e vômitos. Algumas pessoas, no entanto, são capazes de perder o apetite. Luzes ou ruídos podem incomodar;

Publicidade

– Você sabia que tomar analgésicos indiscriminadamente pode fazer o seu caso piorar? Tente ir mais pela via natural como fazer massagens na nuca e no pescoço, atrás das orelhas e laterais da testa. Use óleo calmante, como o de lavanda, excelente pedida para estes casos. Para tomar o remédio certo, o indicado é consultar um neurologista.

ENXAQUECA

– Ela é mais frequente nas mulheres. Quem tem pai ou mãe que sofre de enxaqueca, possivelmente terá o mesmo mal;

– A crise de enxaqueca é bem mais forte e sua duração também. A dor é latejante e aumenta se a pessoa fizer atividades físicas. Ela começa de um lado e conforme a pessoa causa enjoos, diarréia e vômitos. A aura é uma perturbação que acontece antes da dor. Ela deixa a visão confusa, causa tonturas e até adormecimentos nas mãos, braços e língua.

– O indicado é consultar um neurologista. O tratamento, conforme o caso, pode ser feito com medicamentos vasoconstritores e antidepressivos. Não se medique por conta própria;

– Cuide da sua alimentação. O consumo de chocolate, queijos amarelos, embutidos, shoyu, café ou vinho têm relação com a enxaqueca. Preste atenção quando a dor chegar se você consumiu estes alimentos antes;

– Mulheres que têm enxaqueca com aura devem tem seu caso acompanhado. Tomar anticoncepcional com estrógeno causa risco de um AVC. Viajar de avião por tempo superior a 6 horas também é perigoso. Use meias elásticas compressoras.

Dor de cabeça deve ser tratada. Não brinque com sua saúde.

Publicidade

Comente