Como se tornar um DJ

Aumente seu orçamento investindo na carreira de DJ.

Quer trabalhar e se divertir ao mesmo tempo? Uma função bem rentável atualmente é a de DJ. Mas não pense que as coisas são fáceis. Assim como em qualquer profissão, esta atividade requer dedicação e empenho. Para você se dar bem é interessante fazer cursos, aprender a usar os equipamentos, criar sets de músicas próprios para cada evento e às vezes produzir o próprio som. Cada vez mais profissionais da área vêm sendo procurados para animar festas e eventos. Os ganhos podem ficar entre R$ 300 a R$ 1500 por festa. Os profissionais mais badalados chegam a faturar R$ 10 mil por noite. Pronto para investir em uma carreira de sucesso? Confira as dicas:

Publicidade

– Quem é da área sabe que a rotina fica totalmente alterada. O trabalho é a noite e enquanto as outras pessoas dormem ou se divertem, o DJ está no auge da função. É preciso saber qual o gosto das pessoas e o estilo da balada para acertar nas músicas. Há DJs que se especializam por estilo musical;

– O DJ comanda a pista, é o destaque da balada. Por isto atraem centenas de olhares. Há casas noturnas que escolhem DJs de boa aparência, preterindo sua capacidade musical. Este é um desafio para muita gente já que há lugares que deixam o talento profissional em segundo plano;

– Ser DJ abre outras portas igualmente interessantes. Depois de um tempo na atividade, alguns profissionais se tornam produtores musicais, donos de estúdios ou gravadoras pequenas;

Publicidade

– Para começar uma carreira é preciso ter uma grande variedade de músicas. No mínimo 100 para uma apresentação de 4 horas;

– Há 2 tipos de DJs. Os que usam CDJs, equipamentos que possuem recursos para alterar o som de um CD, e os que fazem uso de notebooks dotados de programas que modificam as músicas salvas no computador. Mas quem não tem equipamentos próprios não deve desistir. As casas noturnas normalmente possuem os CDJs, bastando ao profissional levar os CDs e começar a festa;

– Um projeto de lei está em tramitação na Câmara dos Deputados para regulamentação da carreira. Se houver aprovação, ela somente poderá ser exercida por pessoas acima de 16 anos e após fazer curso técnico com 800 horas de duração em instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).

Abaixo confira onde podem ser feitos cursos para DJ:

AIMEC

Com unidades em Curitiba, Campinas, Florianópolis, Joinville, Balneário Camboriú e Porto Alegre, o curso oferece 85 horas/aula em teoria e prática. A duração é um semestre (extensivo) ou 4 semanas (intensivo). Consulte o site aimec.com.br e obtenha maiores informações.

BAN

Em São Paulo. São 36 horas divididas de forma igual em aulas teóricas e práticas. A escola possui estúdios onde o aluno tem condições de aprimorar seu aprendizado. Consulte o site djban.com.br e obtenha maiores informações.

DEEJAY

Em Brasília. São 60 horas/aula de teoria e prática. As aulas são realizadas 2 vezes por semana em 2 meses e meio. Quem não tem condições de fazer o curso durante a semana, as aulas podem ser divididas em 10 sábados, com a duração de 5 horas. Consulte o site prodeejay.com.br e obtenha maiores informações.

GROOVEARTE

Em são Paulo. São 24 horas/aula em 3 módulos com 8 horas de duração cada um. As aulas divididas entre teoria e prática são realizadas 2 vezes por semana.

Consulte o site groovearte.com.br e obtenha maiores informações.

SENAC

Em São Paulo e interior. O curso possui 40 horas/aula, entre teoria e prática. É oferecido na capital nas unidades Lapa e Santana e no interior nas cidades de Franca e Piracicaba. Consulte o site sp.senac.br e obtenha maiores informações.

Publicidade

Comente