A Comissária de Bordo é a responsável por garantir aos passageiros de um avião tranquilidade, conforto e também administrar alguns inconvenientes que possam surgir durante o voo. Ela é a agente de segurança a bordo e estão treinadas e preparadas para agirem em casos de emergência.

Para quem tem interesse em conhecer novos países, culturas e pessoas, essa é a atividade ideal. O fato de não precisar cumprir uma rotina estressante em escritórios e com jornada de trabalho também é um dos motivos que atraem pessoas para esse ramo.

Como se tornar uma comissária de bordo

Mas para ser uma comissária de bordo eficiente, são necessários vários requisitos. Veja quais são eles para você se dar bem na profissão: autocontrole, boa aparência, boa saúde, capacidade de adaptação a novas situações, facilidade em se comunicar e lidar com as pessoas, habilidade em decidir, desembaraço, discrição, equilíbrio emocional, firmeza, competência para mediar conflitos, iniciativa, paciência, responsabilidade, simpatia e desenvoltura em servir.

Além dessas qualidades, para obter a licença de comissário de voo (CMS), a pessoa tem que ter mais de 18 anos e ensino médio completo. Também é necessário frequentar um curso específico (entidade homologada pela ANAC), para cumprir o Programa de Instrução Teórica e Prática estabelecido no Manual de Curso de Comissário de Voo, com carga horária total de 138 horas-aula, no mínimo.

Depois do curso, o candidato deve fazer provas que fazem parte do exame da ANAC. Sendo aprovado, já está apto para ingressar na profissão, podendo ser contratado pelas empresas aéreas. A partir desse momento a pessoa receberá instruções teóricas e práticas sobre a aeronave no solo ou em um simulador, com 27 horas-aula, no mínimo, para ficar habilitado. Depois disso, é oferecido um estágio em voo pela empresa, com no mínimo 15 horas, sendo que 1 hora é destinada para as provas práticas feitas por profissionais credenciados pela ANAC. Tendo o estágio sido realizado e comprovada a aprovação em todos os exames, a empresa solicita à Agência ou nas Unidades Regionais a expedição da licença e do Certificado de Habilitação Técnica (CHT) do contratado.

Anote as principais atividades de comissário:

- Conferir todos os equipamentos de segurança. Isso significa verificar se as máscaras de oxigênio estão funcionando e a disponibilidade dos coletes salva-vidas que devem estar em número suficiente para os passageiros;
- Verificar e colocar a disposição dos passageiros, comida, bebida, travesseiros e cobertores;
- Recepcionar os passageiros e encaminhá-los às suas poltronas;
- Antes do voo fazer demonstração de como funcionam os equipamentos de segurança e indicar onde estão as saídas de emergência;
- Passar por cada poltrona e conferir se os passageiros estão em posição correta e com o cinto de segurança ajustado, quando necessário;
- Informar sobre a duração do voo e as condições do clima;
- A comissária de bordo é a responsável por acolher e atender a todas as solicitações feitas pelos passageiros durante a viagem;

Os comissários de voo tem permissão para atuar em diversos tipos de aviões particulares ou em linhas comerciais. Podem também exercer suas atividades em atendimento ao cliente em aeroporto para as companhias.

O mercado de trabalho é bastante competitivo e a seleção bastante rigorosa. Quem possui o domínio de mais línguas além do inglês se destacará frente aos demais. Se você se interessou, comece a se preparar desde já.

Receba mais sobre "Como se tornar uma comissária de bordo" e outros artigos do Como Fazer Online no seu e-mail. É grátis!



Faça um Comentário