Como secar a barriga mudando os hábitos

Aquelas gordurinhas extras estão com os dias contados. Seque a barriga mudando seus hábitos.

Inverno ou verão elas estão lá perturbando sua paciência. Mas a barriguinha saliente pode estar com seu fim próximo. Incorpore novos hábitos ao seu estilo de vida e dê um chega pra lá nas gordurinhas. Confira como:

Publicidade

– Facilite sua digestão mastigando bem os alimentos. Este simples ato ajuda a evitar que a barriga fique inchada;

– Fracione sua alimentação em 6 porções por dia. Não exagere nas frituras, doces e carboidratos;

– Comer com pressa faz com que você também engula ar, inchando a barriga;

Publicidade

– O estresse, além de causar uma série de doenças, libera o cortisol. Esse hormônio ajuda as gordurinhas a se concentrarem no abdômen. Portanto, o negócio é relaxar;

– Certos alimentos fermentam e são “excelentes” para dar uma estufada na barriga. São eles: feijão, couve-flor, brócolis e repolho;

– Quem curte enlatados, dê uma segurada. Estes produtos contêm sódio e provocam retenção de líquido;

– Beber durante as refeições provoca dilatação do estômago. Quando são gasosas, o efeito é muito pior. A dica é bem simples: não beba;

– Intestino preso provoca inchaço. Inclua na sua dieta fibras e beba muita água para facilitar o trânsito intestinal;

– Um chazinho sempre cai bem. Mas para dar uma reforçada na sua dieta, consuma chá branco todos os dias. Estudos confirmam que a sua ingestão ajuda a emagrecer e diminuir a gordura abdominal;

– Pimenta-vermelha, gengibre e chá verde são considerados ingredientes anti-inflamatórios e por isto previnem a gordurinha extra na barriga;

– Peito de frango e peixes são proteínas magras. Investir neste tipo de alimento auxilia a cintura a ficar mais fininha;

– Acelere o metabolismo e reduza sua gordura abdominal acrescentando meia colher de chá de mostarda nas suas refeições;

– Outro coringa para secar a barriga e acelerar o metabolismo é tomar suco de limão. As fibras solúveis da fruta também aumentam a saciedade;

– O abacate é calórico, mas em compensação ele é rico em gorduras monoinsaturadas. Elas ajudam na redução do pico de insulina, hormônio que favorece o acúmulo das calorias a mais e que se transforma depois em gordura localizada. A porção ideal são 3 colheres de sopa em dias alternados;

– Pratique exercícios aeróbicos como caminhada, corrida e bicicleta. Se não puder frequentar uma academia, deixe a preguiça de lado e se exercite pelas ruas do seu bairro ou no parque mais próximo;

– Não adianta perder a barriga e ela ficar flácida. Invista nos abdominais. Comece aos poucos, até fazer 3 vezes por semana, 3 séries.

– Já pensou em retirar o glúten da sua vida? Mas para começar esta dieta, procure um nutricionista. Como é muito restritiva, você pode não se adaptar ou ficar fraca.
Perder a barriga não é fácil e somente com esforço e dedicação para você chegar ao seu objetivo. Não desista!

Publicidade

Comente