Como seguir uma dieta restritiva e saborosa ao mesmo tempo

Pessoas portadoras de algumas doenças não podem consumir todo tipo de alimento. Veja no texto abaixo como seguir uma dieta restritiva e deliciosa.

Pessoas portadoras de diabetes, hipertensão e colesterol elevado devem seguir uma dieta rígida e acompanhada por nutricionista. Qualquer exagero pode causar sérios danos à saúde. Confira abaixo como manter uma dieta deliciosa e saudável sem passar fome ou vontade:

Publicidade

Diabetes

– Para manter a glicemia estável, o paciente deve combinar carboidratos complexos como cereais, pão e arroz integral com iogurte, leite, queijo e carnes (proteínas) e gorduras do bem, vide azeite de oliva e castanhas;

– O açúcar deve ser abolido totalmente da dieta. Quem não consegue viver longe dele, pode adotar o adoçante, mas sempre com moderação;

– Adote o uso das massas preparadas com semolina por conter baixo índice glicêmico;

Publicidade

– A frutose é o adoçante natural das frutas e se elas forem consumidas em excesso, também podem descontrolar a glicose no sangue. O recomendado é comer uma por vez. Para você ter uma ideia, o preparo de um suco de laranja precisa de três a quatro unidades da fruta para ser feito. Ou seja, o índice de frutose já fica bem maior;

– Para reduzir a taxa de glicose no sangue, consuma canela em pó ou em pedaços de pau;

– O diabético deve manter uma rotina rigorosa e alimentar-se a cada três horas para evitar crises de hipoglicemia. Se for impossível em algum momento comer nos horários determinados, habitue-se sempre a levar na bolsa uma fruta.

Colesterol alto

Atualmente a má alimentação tem provocado elevados índices dos níveis de colesterol até mesmo em crianças. Veja os cuidados que pessoas de todas as faixas etárias devem seguir, mesmo que o colesterol esteja estabilizado:

– Evite alimentos fritos e empanados, cremes e molhos gordurosos;

– Consuma carnes grelhadas, legumes ao vapor e margarina light;

– A carne vermelha deve ser consumida no máximo duas vezes por semana e em cortes magros;

– Invista no azeite para preparar receitas, mas sempre controlando a dose. Em excesso, ele aumenta o peso. Porém, em contrapartida, o azeite diminui o colesterol ruim e aumenta o bom;

– O abacate ajuda a aumentar o colesterol bom (HDL). Você pode colocar na salada para um up ou consumir três colheres por dia. Por ser calórico, não convém exagerar;

– Uma colher de gergelim por dia ajuda a diminuir o colesterol ruim. O motivo? O gergelim é rico em gordura monoinsaturada;

– A pele de frango é uma tentação, mas um veneno até para quem está com o colesterol em dia. Sempre a remova antes de comer;

– O consumo de fibras ajuda a reduzir o colesterol. Invista nelas.

Hipertensão

Doença silenciosa, pode causar entre tantas doenças, o temível AVC. Confira como evitar:

– Consuma alimentos ricos em potássio como couve, espinafre, brócolis, melão e banana. São excelentes auxiliares na redução da pressão alta;

– Alimentos que contêm sódio são um perigo. De um chega pra lá nas conservas, enlatados e outros alimentos industrializados. Habitue-se sempre a conferir o rótulo dos produtos;

– Passe a usar o sal light. Ele contém a metade do sódio que a versão tradicional;

– Falando em sódio, consuma-o com bastante moderação. O índice sugerido pela Organização Mundial da Saúde é 2000 mg por dia ou 5 gramas de sal da cozinha;

– Mantenha-se bem longe das carnes salgadas como bacalhau, charque e defumados;

– Use ervas para temperar seus pratos. Anote uma receitinha básica de tempero caseiro: em um prato, amasse alho, alecrim, açafrão, orégano e gengibre. Passe para um vidro e adicione azeite de oliva. É excelente para deixar mais saborosas saladas e legumes.

Publicidade

Comente