Como ser um bom consumidor

Aprenda a ser um bom consumidor lendo as dicas abaixo.

Quando adquirimos um produto, a primeira coisa que pensamos é na qualidade e bem-estar que ele trará para nossa família. Mas muita gente não se dá conta que por aí existem bastantes empresas que somente estão no mercado para lucrar. E podemos ir ainda mais longe. São lugares que produzem seus produtos com matérias primas que causam mal à saúde, não dão boas condições aos seus trabalhadores, não preservam a natureza e ainda contribuem para elevar os níveis de poluição.

Publicidade

Sem falar naquelas que não respeitam os seus próprios consumidores. Fique atenta a estas empresas. A maneira de lutar contra elas é simples: não comprar os produtos que fabricam. Quer mais dicas de como ser um bom consumidor? Leia abaixo:

– Há diversos sites que reúnem reclamações dos consumidores sobre produtos e serviços. Um deles é o Reclame Aqui (www.reclameaqui.com.br). No site há um link onde você pode conferir diversos dados sobre reclamações feitas contra empresas, as soluções apresentadas e ainda quantos clientes permaneceram insatisfeitos. Fique atenta para aquelas empresas cujo nível de insatisfação é alto. Evite-as;

– Consulte o site do Instituto de Defesa do Consumidor, acessando www.idec.org.br. Há pesquisas acerca da qualidade de diversos produtos e também alerta sobre as empresas que usam substâncias nocivas;

Publicidade

– Outro site bastante útil para verificar o ranking das empresas campeãs de reclamações é o Procon. Consulte;

– Quando você for comprar um eletrodoméstico, procure o selo do Procel, um indicativo que o produto economiza energia;

– Procure o selo do InMetro quando você adquirir produtos que possuem potencial para provocar acidentes domésticos como fogões, adaptadores de tomada, berços, brinquedos. Confira no site https://www.inmetro.gov.br/ a lista total de produtos que devem ter o selo do Inmetro, pois ele é uma garantia que o que você adquiriu foi testado;

– Um móvel de madeira embeleza qualquer ambiente, mas ele pode ter sido fruto do desmatamento de florestas. A certificação FSC atesta que produtos originários da madeira não são resultado do desmatamento. Fique de olho neste selo!

– Já o SIF (Serviço de Inspeção Federal) do Ministério da Agricultura garante a qualidade de produtos de origem animal, como ovos, leite e carne;

– Confira nos rótulos dos produtos aqueles que contenham menos sódio e calorias e preserve sua saúde;

– Ao comprar carne, cuidado. Procure adquirir o produto em açougues e supermercados que declarem a fazenda de origem;

– Embalagens com refil ou de menor tamanho produz menos lixo;

– Quando você souber de empresas que foram denunciadas por práticas nocivas, trabalho escravo ou má qualidade dos produtos, dê o troco e não compre mais delas;

– Produtos de limpeza clandestinos podem causar problemas de saúde. Procure na embalagem se ali consta o número do registro de vigilância sanitária;

Publicidade

Comente