Como tirar CNH

A CNH (carteira nacional de habilitação) é um dos documentos usados do Brasil e necessário para se dirigir qualquer tipo de veículo no país. São vários os tipos de carteira de motorista, de acordo com o tipo de veículo que ela dá permissão para guiar: A para motos, B para veículos, C para vans e caminhões e D para veículos pesados como tratores e empilhadeiras.

Publicidade

O candidato que presta os exames para tirar a CNH passa por uma série de avaliações mentais, físicas, de conhecimento e de habilidade a fim de se comprovar que ele é apto para dirigir. Isso se deve por causa dos perigos envolvendo a direção, que podem ter acidentes ou atropelamentos. É uma medida de segurança que o governo impõe, e não uma burocracia.

Para se tirar a CNH é preciso dar entrada com o pedido junto ao DETRAN mais próximo. Depois disso, dois exames serão exigidos: o físico para se avaliar a saúde do paciente (problemas na visão, coordenação motora ou qualquer outro tipo de doença que atrapalhe o ato de dirigir) e o psicotécnico, um exame psicológico que mede a capacidade de raciocínio, reflexos e o poder de decisão do candidato. Todos esses exames são feitos com profissionais capacitados.

Depois desses exames, o DETRAN marca o dia da prova teórica, e o candidato tem que assistir aulas obrigatórias sobre sinalização, primeiros socorros, conduta certa ao volante, direitos e até meio ambiente. Conhecido como “cursinho”, essas aulas duram em torno de uma semana. Um método recente para se comprovar a entrada do candidato nas aulas é a apresentação as digitais a cada aula. Se o candidato passar na prova teórica, ele será submetido a aulas práticas de direção, supervisionadas por um instrutor, que irá ensinar os truques e a direção correta. São 20 aulas obrigatórias, todas com apresentação e registro de digitais, dividindo-se em 16 durante o dia e quatro à noite. Depois das aulas há a prova prática, com instrutores. Se passar, basta esperar o CNH na residência.

Publicidade

Publicidade

Comente