Como tirar habilitação de moto

Saiba tudo o que é exigido por lei para tirar sua habilitação de moto.

Praticidade, economia, flexibilidade, rapidez e liberdade estas são algumas palavras chaves para quem pensa em comprar uma moto. Mas para estar quite com a lei é necessário tirar a habilitação de moto.

Publicidade

Mas o que é preciso para tirar habilitação de moto? Este artigo vai apresentar tudo o que é exigido pela lei de trânsito para tirar a habilitação categoria A, que certifica os usuários de motocicletas a transitar nas rodovias e nas ruas de todas as cidades do Brasil.

Para tirar carteira de habilitação de moto é preciso:

Apresentar a documentação necessária

Publicidade

Pagar as taxas necessárias

Fazer os exames médico e psicotécnico

Assistir as aulas teóricas e fazer aulas práticas

Ser aprovado nos exames teórico e prático

Agora veja detalhadamente o que é preciso fazer para tirar sua habilitação de moto.

1º Apresentar a documentação necessária

Para tirar a habilitação de moto, categoria A, é preciso primeiramente procurar uma auto-escola. A auto-escola pedirá cópias de carteira de identidade, CPF, fotos 3×4, comprovante de endereço. Após tudo apresentado, você terá que se dirigir ao departamento de trânsito de sua cidade para também apresentar essa documentação.

2º Pagar as taxa necessárias

A primeira taxa a ser paga será a matricula da auto-escola que gira em torno de 200 reais. Você terá que pagar ainda a taxa de exame médico e a taxa do exame psicotécnico que somado vai girar em torno de 150 reais. Além disso, o departamento de trânsito cobrará algumas taxas administrativas, sendo que em média a soma de todos os gastos vai girar em torno de 350 a 500 reais.

3º Fazer os exames médico e psicotécnico

Após o pagamento de todas as taxas, a pessoa terá que se submeter ao exame médico que é composto de um exame de vista, e algumas perguntas relacionadas à pressão arterial, problemas cardiológicos e de audição. Após aprovação, um laudo médico é concedido para apresentação no departamento de trânsito. O exame psicotécnico é composto de uma prova relativa a figuras que devem ser completadas e a um exame de coordenação motora, que nada mais é que fazer uma seqüência de riscos num papel para verificação. Após aprovação, também será gerado um laudo para apresentação no departamento de trânsito.

4º Assistir aulas teóricas e práticas e ser aprovado nos exames

Após toda a parte administrativa, a pessoa vai precisar assistir às aulas do CFC (Centro de formação de Condutores). Vai aprender nessas aulas toda a legislação de trânsito, primeiros socorros e algumas noções de mecânica e de manutenção da motocicleta, tendo que estudar através de um pequeno livro que será o companheiro durante todas as aulas. Ao final do curso o aluno será submetido a um teste teórico onde terá que obter um aproveitamento aceitável para começar as aulas práticas. As aulas práticas têm duração de 1 hora-aula, sendo que aprenderá todas as noções de como pilotar um motocicleta e aprenderá todo o trajeto que será obrigado a fazer no exame prático. Obstáculos de cone, pilotar dentro do “oito” que é chamado o local pintado no formato de oito que o aluno terá que percorrer sem “queimar” as faixas amarelas.

Após fazer todos esses exames exigido por lei, a pessoa receberá a sua permissão para pilotar uma motocicleta válida por 1 ano, sendo que nesse tempo não poderá cometer nenhuma infração de trânsito senão terá sua permissão retirada, após cumprir esse prazo, a pessoa receberá a sua permissão definitiva, válida por 5 anos.

Publicidade

Comente