Como tratar a endometriose

Cólicas muito fortes podem ser sintomas de endometriose. Confira como tratar.

A endometriose é uma doença que, infelizmente, está muito próxima de nós. Não há quem não tenha uma amiga, colega ou alguém da família que sofra com esta dolorosa doença. Ela se manifesta na forma de cólicas muito intensas e geralmente é diagnosticada entre os 25 e 35 anos. Os especialistas acreditam que a endometriose inicia quando a mulher começa a menstruar de forma regular. Muitas vezes a doença é de difícil diagnóstico, por isso é bem importante procurar o médico quando os sintomas começarem a aparecer. A doença afeta o tecido que reveste o útero e, infelizmente, além das dores muito fortes, também pode causar infertilidade.

Publicidade

Mensalmente são produzidos hormônios pelos ovários que servem de estímulo para as células da mucosa uterina se multiplicarem e receberam o óvulo fertilizado. O normal é a mucosa aumentar e permanecer espessa nesse período. Porém, se as células endometriais crescerem fora do útero é o início da endometriose.

Não há ainda uma explicação para isto acontecer. Segundo especialistas, fatores imunológicos, hormonais e hereditários podem ser as causas. Por isto, se as mulheres da sua família sofrem ou sofreram com a endometriose, fique atenta você também.

Para diagnosticar o problema, o médico irá se basear no relato da paciente acerca dos sintomas. Além do exame ginecológico, são solicitados ultrassonografia transvaginal com preparo de intestino e/ou ressonância da pélvis.

Publicidade

Não há cura para a endometriose e mesmo seguindo o tratamento à risca, o endométrio pode voltar a apresentar o mesmo problema, ou seja, se espalhar para órgãos como bexiga, intestino e reto. Conforme o caso há dois tipos de tratamento. Confira:

– No clínico o uso de medicamentos como anticoncepcionais oferecem um alívio. As lesões ainda permanecem, mas a boa notícia é que outras não aparecem novamente e os sintomas abrandam;

– Quando o caso requer cirurgia, é feito um corte pequeno na paciente por onde será introduzida uma microcâmera. Por ali se remove o endométrio dos órgãos que foram atingidos pela doença.

Mulheres que desejam engravidar e sofrem de endometriose precisam de aconselhamento médico constante. Como o tratamento é feito com anticoncepcionais, ao parar de tomá-los a doença pode agravar outra vez. Em situações assim e conforme orientação médica, o procedimento é retirar o endométrio ou fazer um tratamento de fertilização assistida. De cada 10 mulheres, sete têm sérias dificuldades para engravidar.

Preste atenção nos principais sintomas das mulheres que sofrem de endometriose:

– Forte cólica menstrual;
– Dor na pélvis na hora de manter as relações sexuais;
– Dor no abdômen mesmo não estando menstruada;
– Dor ao fazer xixi e defecar;
– Presença de sangue no xixi e nas fezes;
– Menstruação mais demorada;
– Infertilidade.

Todo cuidado é pouco. Se você sente cólica além do que é considerado normal, não hesite em procurar seu médico o mais rápido possível.

Publicidade

Comente